10 melhores vídeos do ano para quem quer abrir uma empresa em 2019

Elencamos vídeos mais vistos no quadro Dicas para Empreendedores durante este ano

São Paulo – Antes de abrir um negócio próprio, é essencial buscar conhecimentos – e assistir a vídeos é uma das melhores maneiras de aprender sem grandes gastos de dinheiro e de tempo.

Por isso, EXAME elencou os vídeos mais vistos no quadro Dicas para Empreendedores durante este ano.

Os conselhos vão desde calcular a margem de lucro ideal para o seu empreendimento até para onde olhar antes de assinar um contrato de franquia. Outras dicas incluem filmes para ser um negociador melhor, como se desenvolver na área de vendas e a importância do trabalho em equipe.

Confira, a seguir, os 10 melhores vídeos do ano para quem quer abrir uma empresa em 2019:

— Qual a margem de lucro ideal para seu negócio?

A margem de lucro ideal varia muito de negócio para negócio. O consultor Maurício Galhardo, da Praxis Business, indica quais são as margens praticadas em cada setor.

— A folha de pagamentos deve representar quanto da receita?

A folha de pagamentos está pesando muito na sua empresa ou pode ser o momento ideal para contratar? Maurício Galhardo, da Praxis Business, ensina aos empreendedores quanto a folha deve representar nas finanças.

— As melhores franquias para investir em 2018

Melitha Prado, advogada especializada em franchising, explica que quem está interessado no franchising deve continuar a investir em conhecimento, investigando redes e franqueados. E aproveita para apontar alguns segmentos quentes no ano que está terminando.

— As atitudes de vendedores que irritam qualquer cliente

A relação entre cliente e vendedor é uma de amor e ódio. Os vendedores deveriam facilitar o processo de compra – mas algumas atitudes colocam tudo a perder. Mario Rodrigues, diretor do IBVendas, mostra que um grande erro é dar sugestões incômodas, como elogiar o corpo do cliente ou recomendar itens não solicitados.

— Os melhores filmes para ser um excelente negociador

Não é preciso, necessariamente, aprender técnicas de negociação de uma maneira entediante. É, possível, por exemplo, inspirar-se em obras da indústria cinematográfica. Mas, afinal, quais são os melhores filmes para se tornar um excelente negociador? Mario Rodrigues, diretor do IBVendas, indica quatro filmes que podem ser uma boa maneira de aprender a conversar e convencer.

— Quero uma franquia, mas não sei nada de negócios e finanças. E agora?

Querer abrir uma franquia sem ter conhecimentos de administração ou de finanças irá requerer uma preparação maior do futuro empreendedor. Melitha Prado, advogada especializada em franchising, explica que o franqueado deve ter habilidades em vendas e conhecimento gerencial. Os maiores problemas entre franqueador e franqueado vêm dessa falta de capacitação.

— Como calcular o custo operacional da minha empresa?

Para fazer o melhor possível com os recursos que têm nas mãos, os empresários precisam conhecer o custo operacional do negócio. Maurício Galhardo, da Praxis Business, explica como fazer a conta.

— Por que o trabalho em equipe é mais essencial do que nunca

As empresas estão mudando de cara com o uso da tecnologia – e isso faz com que o trabalho em equipe seja mais importante do que nunca. João Roncati, diretor da People+Strategy, explica que os negócios devem buscar perfis complementares e com capacidades de colaboração para terem um time de alta performance. Só assim os empreendimentos podem aumentar sua velocidade e sua qualidade de atuação.

— Como saber se eu sou ou não um bom vendedor?

Muitos que trabalham ou empreendem no comércio se perguntam: como descobrir se eu, de fato, sou adequado para a área de vendas? Mario Rodrigues, diretor do IBVendas, afirma que a primeira pergunta que você deve se fazer é se está batendo metas. Mas, além dos resultados, analise se o cliente o procura quando chega na empresa e se o indica para amigos.

10 — Os cuidados na hora de olhar o faturamento de uma franquia

Antes de assinar um contrato de franquia, é fundamental olhar para os números do negócio. O primeiro passo se dá quando você recebe o estudo de viabilidade do franqueador – mas só isso não basta. Melitha Prado, advogada especializada em franchising, explica que rentabilidade é mais importante do que faturamento.