Microcamp vai atrás de brazucas em Miami

Empresa quer implantar operações nos Estados Unidos para atender ao público brasileiro

São Paulo – A rede de escolas Microcamp pretende expandir os negócios para o exterior ainda neste ano. Com uma unidade em funcionamento na Flórida, nos Estados Unidos, a escola pretende oferecer aulas de inglês e informática aos brasileiros que vivem na região. O próximo passo é atender também a comunidade hispânica, que busca capacitação.

De acordo com o diretor da unidade, Elvis Tuffi, o número de alunos matriculado superou as expectativas. Em três meses, foram cem matrículas. Esta é a segunda vez que a empresa tenta entrar no mercado internacional. Nos anos 90, apostou em unidades em Portugal, Espanha e Argentina, sem sucesso.

Hoje, a rede emprega mais de três mil funcionários em suas 160 unidades no Brasil. O projeto de expansão prevê ainda novas escolas no Norte do país, com foco nas cidades com mais de 100 mil habitantes.