Faturamento de micro e pequenas de SP cresceu 3,8% em 2011

Setor faturou R$ 336,6 bilhões no ano no estado, mostrou pesquisa do Sebrae

São Paulo – O faturamento das micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas em 2011 foi 3,8% superior ao de 2010. O dado foi divulgado hoje (15) na pesquisa Indicadores, feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP).

No ano passado, as empresas de micro e pequeno porte geraram R$ 336,6 bilhões em receita para o estado de São Paulo, o que representou um aumento de R$ 12,2 bilhões em relação ao montante de 2010.

De acordo com o Sebrae-SP, o bom desempenho das micro e pequenas empresas em 2011 decorre, principalmente, do aquecimento do mercado interno, o que resultou em expansão nos setores de comércio (aumento de 3,3%) e de serviços (crescimento de 7,5%). Já o desempenho da indústria, que registrou queda de 0,5% no ano passado, foi provocado pelo aumento da taxa básica de juros (Selic) no primeiro semestre do ano e pela concorrência dos produtos importados, disse o Sebrae.

A expectativa da entidade para 2012 é que as MPEs acompanhem o ritmo de crescimento da economia brasileira. Segundo o Sebrae, as reduções na Selic devem contribuir para uma ligeira melhora no nível de atividade este ano.