Faturamento das pequenas empresas deve crescer 8% em 2010

Em outubro, os negócios de menor porte faturaram mais de 25 bilhões de reais

São Paulo – As pequenas empresas do Estado de São Paulo tiveram o melhor mês de outubro dos últimos 3 anos, segundo um balanço divulgado hoje pelo Sebrae-SP. Os empresários de pequeno porte faturaram 25,4 bilhões de reais em outubro, 381 milhões a mais do que no mesmo período do ano passado.

O levantamento “Indicadores de Conjuntura” apontou ainda que a receita desses negócios teve alta pelo 13º mês consecutivo, com aumento de 1,5% em comparação com o outubro de 2009.

Com esse resultado, o Sebrae estima que o faturamento das empresas aumente 8% em 2010 em relação ao ano passado, quando as empresas registraram receita estimada de 274,5 bilhões de reais. Segundo a instituição, era esperado que as empresas crescessem na mesma proporção do PIB. O faturamento médio por empresa foi de mais de 17 mil reais por mês, em 2009.

O setor de serviços foi o responsável pela alta, com incremento de 15,6% em relação a outubro do ano passado. O motivo apontado para essa melhora é a recuperação pós-crise. Comércio e indústria tiveram queda de 3,9% e 2,1%, respectivamente, em uma “oscilação natural de seus faturamentos”, segundo o Sebrae.

A maioria dos empresários consultados não espera uma evolução no faturamento para os próximos seis meses. Outros 34% são mais otimistas e veem um aumento na receita e 28% esperam manter o mesmo patamar de hoje. A expectativa em relação à economia continua positiva: 32% dos entrevistados acreditam em aumento no nível de atividade da economia nos próximos seis meses, 29% apostam na estabilidade e 37% não opinaram.

A pesquisa consultou, com a colaboração da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), 2716 micro e pequenas empresas do Estado de São Paulo, em um universo de 1,3 milhão de empresários atuando nos setores da indústria de transformação, comércio e serviços.