De engraxate a empreendedor, dicas do fundador do grupo SER

José Janguiê Bezerra Diniz conta qual é o caminho para ter sucesso no mundo do empreendedorismo, do sonho à realidade

São Paulo – José Janguiê Bezerra Diniz é o fundador do grupo SER Educacional, uma das maiores redes de faculdades do Nordeste. Quem vê hoje o empreendedor paraibano não acredita que ele começou como engraxate.

O empresário é, nas suas próprias palavras, “um sertanejo como a maioria dos brasileiros, na luta pela sobrevivência”. Durante a 6ª edição do Curso Exame PME, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, ele contou sua trajetória profissional e deu dicas para os empreendedores terem sucesso.

De origem humilde, a família do empresário se mudou da Paraíba para o Mato Grosso do Sul quando ele tinha oito anos de idade. Logo após chegar ao estado, Diniz teve seu primeiro negócio, como engraxate. Essa função não durou muito: ele descobriu que seus amigos faturavam mais vendendo laranjas. O problema é que o empresário não sabia que as frutas tinham uma produção sazonal. Assim, resolveu vender picolés.

Quando Diniz tinha 14 anos, seus pais decidiram se mudar para Rondônia. “Eu queria fugir do status quo da pobreza, estudar”, afirmou o presidente do grupo SER. Foi para Recife e estudou Direito na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Após montar uma empresa de cobrança, seu primeiro negócio formal, e ter sido magistrado por dois anos, o empresário fez o que queria: um empreendimento educacional. Em 1994, Diniz criou cursos preparatórios para concursos públicos, o embrião da SER Educacional. Em 2003, a empresa começou a oferecer cursos de graduação, pós-graduação e ensino técnico para estudantes de média e baixa renda. 

“Qual o objetivo de todo ser humano? É ter sucesso, prosperar, vencer na vida. Para ter sucesso, nós temos que dar vários passos”, disse o presidente. Veja, a seguir, suas recomendações para ter sucesso como empreendedor:

1. Sonhar

O sonho é a primeira caracteristica do empreendedor. “Eu sou um homem de sonhar muitos sonhos”, diz o presidente do grupo SER. “Tenho convivido muito bem com isso”. E não só sonhos alcançáveis: para o empresário, vale a pena também pensar no que parece impossível. 

2. Transformar o sonho em projeto de vida, conhecendo seu mercado

O próximo passo é traçar metas para fazer com que o pensamento se torne ação. Para conseguir elaborar objetivos, é preciso conhecer muito bem o mercado em que se quer atuar – como o empresário não fez quando tentou vender laranjas. “Buscar se cercar de conhecimento é fundamental para o empreendedor”, disse Diniz.

3. Enfrentar e ser persistente

“Não podemos deixar que os pessimistas, os matadores de sonhos, deixem a gente deixar de buscar a realização dos nossos sonhos”, aconselhou o empresário. Para ilustrar a necessidade de enfrentar os obstáculos que se colocam na frente do empreendedor, uma analogia: “não importa se você é um leão ou uma gazela. O objetivo de cada dia é correr”.

4. Zerar o passado

Muitos empreendedores montam um negócio que não dá certo e desistem de montar outro, lembrando do seu fracasso. Diniz contou que, enquanto estudava, foi reprovado em três concursos. Nesse processo, contraiu tuberculose. Além disso, a empresa de cobrança que criou durante a faculdade foi à falência. “Tem que passar uma borracha, continuar sonhando e trabalhando”, recomendou. 

5. Começar!

O empresário coloca uma ordem para gerir um empreendimento: começar fazendo o necessário, depois o possível e então partir para o impossível. E saber sempre se reinventar e enfrentar novos desafios. “Para mim, a vida começa aos 50. Estou começando agora”, contou.