Como treinar seus funcionários?

Treinamento é algo imprescindível para desenvolver profissionais de alto desempenho, mas é preciso se planejar para não gastar dinheiro à toa

Como treinar seus funcionários?
Respondido por Adriana Gomes, especialista em gestão de pessoas

Uma palestra isolada não é treinamento. Não espere que as pessoas mudem com um workshop ou uma palestra de duas horas. Treinamentos devem ser programas contínuos e deve haver espaço na empresa para se colocar em prática o que está sendo aprendido. É um trabalho grande, mas com o tempo o investimento vale muito a pena.

Para se investir bem em treinamento, os gestores devem ter em mente quais são as competências verdadeiramente necessárias para o desempenho das tarefas. Além disso, devem conhecer muito bem a sua equipe em termos das competências técnicas, comportamentais e conceituais requeridas nas práticas diárias.

Deve-se elaborar uma lista sobre quais são, efetivamente, as competências que precisam ser desenvolvidas para cada membro da equipe. Procure analisar se vale a pena desenvolver o programa de treinamento dessas competências internamente ou se a contratação de um profissional externo seria melhor.

Não coloque todos na mesma sala, tentando economizar. Se sua equipe estiver em níveis de conhecimento muito diferentes, ou seja, os muito juniores com os seniores, esse equívoco pode render péssimos resultados, pois o palestrante não atenderá as expectativas do grupo.

Analise bem o seu fornecedor e saiba o que você deseja e quais competências você quer que seus colaboradores saibam ao término do programa.


Adriana Gomes
é coordenadora do Centro de Carreira e do Núcleo de Estudos e Negócios em Desenvolvimento de Pessoas da pós-graduação da ESPM.


Envie suas dúvidas sobre gestão de pessoas para 
examecanalpme@abril.com.br