Como montar uma loja virtual em 7 passos

Escolher bem o segmento de atuação é importante para oferecer os produtos certos

Como montar uma loja virtual?
Respondido por Fernando de La Riva, especialista em negócios digitais

Muitos comerciantes que já estão consolidados com lojas físicas estão procurando a internet para incrementar as vendas. Mas, vender pela internet exige planejamento e alguns cuidados. Veja sete passos para ter sucesso com sua marca em uma loja virtual.

1. Escolha o segmento de produtos
Você tem uma loja física e quer montar um comércio eletrônico? Então faça uma seleção dos produtos que pretende vender virtualmente e monte seu catálogo online. Estude quais são as informações técnicas (como tamanho, peso e cor, por exemplo) que você deve oferecer na página e produza as fotos. Se o seu negócio é todo virtual, você tem um passo anterior: escolher o ramo que vai atuar e monte uma estratégia para compras.

2. Analise os canais
Estamos falando de venda web, mas você pode também trabalhar o telefone (ativo ou receptivo), mobile e vendas diretas. Em todos eles você deve testar a viabilidade com testes reais, porém pequenos, como alugar plataformas VoIP e de mobile commerce ou canais sociais, dependendo do que for mais interessante para o seu negócio.

3. Decida qual plataforma usar
O mercado já está muito maduro, com participantes SaaS (Software como Serviço) que alugam plataformas, como Locaweb, e ferramentas open source como Spree, além de softwares licenciados, como Hybris.

4. Defina o meio de pagamento
Aqui você provavelmente vai precisar de um gateway ou um intermediador de pagamento. As ofertas são muitas e como exemplos podemos citar PagSeguro, CompreBem, Akatus e BrasPag.

5. Estabeleça processos de logística, armazenagem e expedição
Crie uma área na sua empresa e comece a tratá-la como seu centro de distribuição. A maioria das plataformas de comércio eletrônico tem algum suporte para controlar o processo de montagem da entrega e embalagem do produto e você faz um processo normal de emissão de nota fiscal. Além de escolher a empresa (entre as quais os Correios) para entregar seus pedidos, você tem que pensar na logística reversa, para casos de troca e devolução.

6. Divulgue e atraia tráfego
Você precisa pensar em um plano de marketing para sua página. O foco pode ser geração de conteúdo ou engajamento em redes sociais. De resto, a atração de tráfego é paga. Isso não quer dizer que você deva pular a etapa de otimização de buscadores (SEO), mas você vai entrar na guerra do “custo por clique”. Você pode anunciar em sites como Google, LinkedIn e Facebook, entre outros. Existem ainda redes de afiliados e envio de e-mails para ajudar nesta questão.

7. Defina o pós venda
Você vai ter que lidar com troca e devolução, além de atendimento em mídias sociais. Procure alguma plataforma SaaS de atendimento e lembre-se de empresas como a Zappos que inovaram mais na forma de pós venda do que de venda efetiva.

Fernando De La Riva, da Concrete Solutions


Fernando de La Riva é diretor-executivo da Concrete Solutions, consultoria global de TI, e ajudou a desenvolver mais de 17 startups de tecnologia.

Envie suas dúvidas sobre negócios digitais para examecanalpme@abril.com.br.