Como funciona o ciclo de vida de uma startup

Especialista fala sobre as principais fases de uma startup e o que é importante para cada momento

Qual é o ciclo de vida de uma startup?
Respondido por Cassio Spina, especialista em startups

A criação de uma startup é um processo complexo que exige muitas etapas, cada uma com grandes desafios, mas vamos apresentar abaixo as principais que precisam ser bem trabalhadas para que a startup tenha uma chance de sucesso:

1. Concepção: nesta etapa deverá ser identificada a oportunidade, isto é, qual necessidade é mal atendida e idealizada uma solução inovadora que resolva o “problema” de forma diferenciada. 

2. Gestação: nesta fase deve-se elaborar um protótipo ou prova de conceito da solução concebida para testar tanto sua viabilidade técnica quanto econômica e principalmente poder começar a validar perante aos potenciais clientes seu interesse. É hora também de planejar os próximos passos, quais recursos (humanos e financeiros) serão necessários e o modelo de negócio. Se necessário, deve-se também buscar investimento.

3. Nascimento e validação: finalmente chega-se à fase mais importante de qualquer startup, a prova que seu produto ou serviço tem demanda, através do lançamento para o mercado e a validação que os clientes comprem/contratem seus produtos/serviços.

4. Crescimento ou morte: com os resultados da fase anterior pode-se decidir se a empresa tem o potencial de crescimento necessário ou não, decretando sua continuidade ou encerramento das atividades. Como dizem, se for falhar, falhe rápido, mas aprenda por que não teve sucesso para na próxima não cometer os mesmos erros.

Todas estas etapas exigem muita dedicação e conhecimento, por isto é muito comum startups contarem com apoio de mentores, conselheiros e advisors, pois estes poderão compartilhar sua experiência e know-how com o empreendedor, além de darem a chamada visão “fora da caixa”, para que o empreendedor não se perca nas suas próprias ideias.