Como fazer um planejamento de resultados?

Tenha um plano para os próximos três anos, sugere especialista

Como fazer um planejamento de resultados?
Respondido por Dariane Reis Fraga Castanheira, especialista em crédito

O Sebrae realizou um monitoramento sobre a sobrevivências das pequenas empresas paulistas por 10 anos. Esse estudo mostra que 62% encerram suas atividades até o quinto ano de atividade. De acordo com o estudo, isso ocorre por uma sucessão de falhas, dentre elas a ausência de um planejamento prévio adequado.

Planejar significa decidir antecipadamente, ou seja, escolher o que é melhor para a empresa antes de colocar em prática. Isso possibilita ter uma visão prévia do que poderá acontecer e, se for o caso, alterar as ações para que a empresa cumpra seus objetivos.

É importante que os empreendedores adotem um processo formal de planejamento de resultados, com um horizonte mínimo de 3 anos, envolvendo os planos estratégico e financeiro.

Primeiramente, o gestor deverá decidir sobre quais estratégias pretende adotar para cumprir os objetivos da empresa, definindo questões relacionadas aos produtos, mercados, tecnologia, inovação, qualidade e recursos humanos, informação e comunicação.

Após a escolha de qual direção seguir nos próximos anos, elabora-se o plano estratégico, detalhando as ações escolhidas, listando atividades (o que), responsáveis (quem) e as datas (quando) em que serão realizadas.

Definido o plano estratégico, o próximo passo é a elaboração do orçamento empresarial, que é o plano financeiro e cronológico para implementar as estratégias escolhidas para o próximo ano.

O orçamento envolve as projeções de receitas, custos (produção ou serviços), despesas (vendas, administrativas e financeiras) e investimentos, propiciando a elaboração da projeção do fluxo de caixa, da margem de contribuição dos produtos, do demonstrativo do lucro e do balanço patrimonial para o próximo ano.

Essas informações permitirão, antecipadamente, a realização de várias análises, como o cálculo da rentabilidade e da situação do caixa da empresa, propiciando inclusive verificar futuras necessidades, busca por financiamentos e alterações nas decisões de produtos e mercados.

As atividades de planejamento do resultado, juntamente com um controle eficiente, vão otimizar a gestão empresarial, no sentido de aumentar a riqueza dos sócios e permitindo a sua permanência no mercado.


Dariane Reis Fraga Castanheira
é mestre em administração, especialista em planejamento e controle financeiro e professora do PROCED/FIA.

Envie suas dúvidas sobre crédito para examecanalpme@abril.com.br