Comércio Brasil beneficia micro e pequenas empresas

Somente no primeiro trimestre do ano, projeto gerou R$ 400 mil em negócios

Maceió – O projeto Comércio Brasil vem alcançando resultados expressivos em Alagoas. Somente no primeiro trimestre de 2012, as micro e pequenas empresas (MPE) que integram o projeto geraram negócios no valor de R$ 400 mil. Desenvolvida pelo Sebrae, a iniciativa tem o objetivo de aproximar as MPE de canais de comercialização, promovendo o acesso a mercados de forma sustentável e consistente.

Segundo a gerente de Acesso a Mercados do Sebrae em Alagoas, Fátima Santos, o projeto procura identificar novas oportunidades para as empresas, disponibilizando mecanismos para abertura e expansão de mercados, estabelecendo parcerias de negócios e contribuindo para a manutenção e o aumento do seu faturamento.

“Quando as empresas possuem condições mínimas de gestão, dentro das exigências do mercado, com produtos adequados, logística, embalagem, certificações, código de barras, entre outros, é mais fácil vender. Em 2012, a meta para o Comércio Brasil é gerar R$ 1,5 mil em negócios”, destaca Fátima.

O Comércio Brasil é destinado a micro e pequenas empresas formais dos setores industrial, comercial e agrícola, inclusive cooperativas e associações. “Criamos um canal de comercialização em que os agentes levam os produtos e serviços das empresas do Comércio Brasil até os compradores”, completa Willams Pereira, analista do Sebrae.

Jane Santana, proprietária da Farinheira Canaã, conta que o projeto viabilizou a entrada da empresa no mercado. “Conseguimos colocar os nossos produtos em supermercados de Maceió e das regiões do Agreste e Sertão. Sem essa intermediação seria muito mais difícil”.