Cerca de 15 mil solicitam adesão ao Simples no Paraná

Levantamento da Receita Federal contabiliza pedidos feitos por micro e pequenas empresas de 2 de janeiro a 31 de janeiro, último dia para pedido de inclusão no sistema

Curitiba – A Receita Federal do Paraná recebeu 14.965 solicitações para inclusão de micro e pequenas empresas no Simples Nacional. O levantamento contabilizou os pedidos realizados do dia 2 ao dia 31 de janeiro, prazo final para que os empreendedores fizessem o pedido. Após esta data, apenas negócios em início de atividades podem requerer o registro no sistema que unifica tributos da União, estados e municípios.

Em fevereiro, a Receita Federal deve divulgar o resultado das solicitações. Até lá, o órgão vai verificar a ocorrência de débitos com as três esferas de governo.

Na avaliação do coordenador estadual de Políticas Públicas do Sebrae no Paraná, César Rissete, o aumento em 50% do teto limite para adesão ao sistema, válido desde 1º de janeiro, atraiu muitos empreendedores para o sistema.

“Muitas empresas já constituídas não eram aceitas por faturarem acima do limite”, diz Rissete. Com a nova regra, o Simples Nacional passou a aceitar microempresas com faturamento de até R$ 360 mil por ano. O limite para as pequenas passou para R$ 3,6 milhões.

Segundo Rissete, o Sebrae no Paraná publicou uma cartilha com perguntas e respostas sobre o assunto no site da instituição. A partir de quarta-feira, uma coleção de vídeo-aulas sobre o assunto será disponibilizada na página. O material é resultado de uma teleconferência transmitida para 20 cidades do estado realizada no fim do ano passado.