brMalls e Multiplan fazem novo investimento de R$ 69 mi na Delivery Center

As administradoras já haviam feito aportes anteriores na startup gaúcha, que tem modelo de entregas em que busca a mercadoria direto no shopping

As administradoras de shopping centers brMalls e Multiplan voltaram a investir na startup de entregas Delivery Center. As empresas anunciaram nesta segunda-feira 27 um aporte de 69 milhões de reais na startup, fundada em Porto Alegre em 2016.

As duas redes de shopping, que juntas têm mais de 40 shopping centers no Brasil, já haviam investido na Delivery Center no passado. A brMalls foi uma das primeiras investidoras da empresa, ainda em 2018. Depois disso, a Delivery Center recebeu no ano passado aporte de 12 milhões de reais da Multiplan e 10 milhões de reais de José Galló, ex-presidente da varejista de moda Renner. Ao todo, a startup já recebeu mais de 100 milhões de reais em aportes divulgados.

O interesse das administradoras de shoppings na Delivery Center vem justamente no modelo da startup, que implementa centros de logística localizados dentro de shoppings ou em seus estacionamentos.

Desse modo, quando um cliente pede, por exemplo, alguma refeição dos lojistas daquele empreendimento, os motoboys parceiros da Delivery Center instalados no shopping podem fazer a entrega rapidamente. Há uma equipe de pessoas que coleta o pedido junto aos logistas e os leva aos motoboys para a entrega.

O aporte será usado para o plano de expansão da startup, que planeja entrar nos mercados de Curitiba e Belo Horizonte. A Delivery Center tem atualmente 24 centrais de entregas: 11 em São Paulo, 10 no Rio de Janeiro e três em Porto Alegre.

A meta da empresa é sair dos atuais 24 para 200 centros de entrega em capitais e grandes cidades brasileiras até 2021.

Segundo a Delivery Center, o serviço gera um incremento médio de 17% em vendas de refeições nos shoppings em que atua, além de 1,5% em vendas como um todo.

“Este novo aporte reforça a crença do varejo na Delivery Center e a consistência de entrega do plano de negócio. Estamos criando um ecossistema que integra lojistas, marketplaces e shoppings visando revolucionar a entrega a partir das lojas em todo o país”, disse em nota o co-presidente Saulo Brazil.

Brazil, que até então era diretor de operações, será responsável pela expansão da startup e passa a dividir o comando da empresa com o fundador Andreas Blazoudakis, ex-sócio do grupo de tecnologia Movile, dono do iFood.