Brigaderia cresceu com docinho típico brasileiro

A empresa tem hoje dez lojas em funcionamento e pretende expandir o negócio com franquias após aquisição pela Cacau Par, holding criada pela rede Cacau Show

São Paulo – Criada pela ex-designer de tecidos Taciana Kalili, a Brigaderia foi uma das marcas que apostou na venda do brigadeiro para faturar. Nesta semana, a Cacau Par, holding criada pela rede Cacau Show, anunciou a compra de 50,1% da Brigaderia e deve iniciar um projeto para expandir, através de franquias, as lojas da marca.

Hoje, são 10 unidades da loja de brigadeiros em operação. Depois da aquisição, devem ser abertas 50 unidades até 2015 e 200 até 2018.

Com faturamento acima dos 5 milhões de reais, a Brigaderia surgiu do hobby Taciana. Depois de preparar os docinhos para uma festa do marido, a empreendedora viu a demanda surgir e em pouco tempo tinha cinco pessoas trabalhando com ela na própria casa para atender aos pedidos.

Com jeito gourmet e uma apresentação diferenciada, vários produtos como o brigadeiro ganharam espaço no mercado. As pequenas empresas de “monoprodutos” já exploram itens como quindim, bombas e até pudins. O segredo, segundo os especialistas, é variar na oferta de sabores, como faz a Brigaderia, e incluir outros itens no cardápio para garantir faturamento durante todo o ano. 

Além de satisfazer a vontade por um doce, negócios como a marca de brigadeiros faturam com vendas e ações específicas para o mercado corporativo e também como uma opção de presente.