Empreendedores inovam em serviços para casamentos

Mesmo em um setor repleto de ideias tradicionais, é possível se destacar com inovações e soluções inusitadas

São Paulo – O mercado dos sonhos, da realização, o momento marcante. Quem se aventura no ramo de casamentos deve estar preparado para lidar com conceitos clássicos, brigas de família e, muitas vezes, desespero dos noivos – e em especial das noivas. Essas questões colocam à disposição uma enorme gama de produtos e serviços a serem ofertados. Com as novas e constantes exigências por exclusividade e dinamismo, a palavra de ordem é inovação – o que para muitos pode parecer impossível, quando se fala em um setor envolto por tradicionalismo. 

A realidade brasileira, com mais de 34 milhões de solteiros e quase 1 milhão de casamentos por ano, comprova o quão promissor é esse mercado. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge) apontam um crescimento de 15% no número de casamentos no país e 52% nos gastos entre 2003 e 2009.

A Associação dos Profissionais, Serviços para Casamentos e Eventos Sociais (Abrafesta) estima um faturamento de 14,8 bilhões de reais no setor nesse ano – o que corresponde a um crescimento de 18,9% em relação a 2011, quando o setor terminou o ano com 12 bilhões de reais em caixa.

A presidente da Abrafesta, Vera Simão, acredita que o momento econômico favorável vivido pelo Brasil, além do maior poder de consumo da população e da participação cada vez mais efetiva das mulheres no mercado de trabalho têm ajudado a aquecer o setor. “Com o mercado aquecido, temos mais profissionalização no segmento de organização de eventos, que é o principal ponto na hora em que se decide festejar, comemorar ou brindar algo”, comenta.

Segundo ela, há oporunidades para pequenas empresas e o importante para se destacar em um mercado já tão cheio de ofertas é buscar novidades e prestar um bom atendimento, sempre com toques exclusivos. “Quanto mais personalizado o serviço e a cerimônia, mais a empresa se destaca. Este é um dos aspectos do novo luxo, que preza por diferenciação e exclusividade”, avalia Vera.

Busca pelo novo

Há 44 anos no mercado, a Foto Studio Equipe aposta na inovação para continuar no mercado. “Hoje, mais de 70% de nosso acervo e expertise são formados a partir de ideias dos próprios casais”, destaca o diretor da empresa Reynaldo Cavalcanti. 


Além disso, a empresa tem se aliado à tecnologia para atrair ainda mais clientes. “Neste ano, trazemos como diferencial a linha de álbuns artesanais italianos e a interação total com o mundo virtual com a geração do QR Code, holograma que, a partir de um clique, leva o convidado direto para as fotos do casamento que acabou de acontecer”, conta Cavalcanti. Há também filmagens com câmeras 35mm, uma espécie de curta-metragem do casamento feito como um filme, com direito a roteiro. 

A depender de como o casal vai querer registrar esse momento, o valor pode variar de 8 mil a 70 mil reais. O orçamento pode ser solicitado pelo site da empresa. As novidades fizeram a Foto Studio aumentar o faturamento em 15% no ano passado.

Como muitos empreendedores, o casal Dime Medeiros e Maisa Lemos partiram de uma dificuldade particular em conseguir mobília original para o casamento para criar a Festah, especializada em locação de móveis e objetos. “O nosso acervo possui cerca de 85% de produtos exclusivos ou renovados a casa cerimônia”, explica Medeiros. Para ele, a exclusividade e a personalização são as palavras da vez no setor de eventos.

De cadeiras por 8 reais cada a painéis pintados a mão por até 2 mil reais, a empresa vem crescendo a passos largos: de 2010 para 2011 houve aumento de 72% nas vendas. A expectativa é aumentar a receita em cerca de 90% neste ano.

Ajuda da internet

Vera Simão, presidente da Abrafesta, considera a internet uma forte aliada na organização de casamentos, mas pondera que a rede traz novos desafios a quem deseja se aventurar neste ramo. “O mundo ficou pequeno. Você vê pela televisão hoje um produto que lançaram do outro lado do mundo e, no dia seguinte, já tem alguém produzindo no Brasil também. É tudo muito rápido e a criatividade relacionada à exclusividade é novidade do setor”, destaca.


O Casaremos é um site gratuito que surgiu com o objetivo de oferecer soluções completas em casamento. O portal permite que os noivos montem uma página personalizada para seu casamento – podem escolher um template exclusivo, postar fotos, listas de presentes e até listar os fornecedores que prestam serviços para a cerimônia. É possível, também, confirmar a lista de convidados e deixar mensagens aos noivos.

Além disso, o site reúne contatos de vários fornecedores. “O cliente escolhe o serviço e receberá propostas de vários fornecedores com quem temos parcerias em até 48 horas”, destaca Marcus Seves, diretor de marketing e parcerias do Casaremos. Hoje, são quase 2 mil negócios parceiros. Em pouco mais de um mês no ar, o site já possui mais de 400 casais que aderiram à moda do site de casamento.

A plataforma de busca e contratação de serviços Bougue também aposta no segmento de buffets e festas para se consolidar no mercado. Como explica o fundador e CEO do site Fernando Canuto, a aposta no segmento surgiu por conta da alta demanda por informações nesse setor. O site conta com cerca de 30 empresas parceiras no ramo de festas e buffets. “Buscamos selecionar no início os segmentos que já tivessem uma demanda na internet. Eventos e festas é um setor que se destaca muito”, afirma Canuto.

Pelo portal, o usuário indica o tipo de serviço que deseja, preenche um formulário personalizado com especificações daquilo que necessita, descrevendo todas as necessidades, seleciona o número de propostas que ele quer receber para adquirir esse serviço e, em até 24 horas, recebe os orçamentos.