Além do YouTube: onde os influenciadores ganham cada vez mais?

O YouTube ainda reina supremo. Mas plataformas como Instagram e Twitch deram um salto maior em receita para seus influenciadores nos últimos tempos

Se você recomendasse o YouTube para um aspirante a influenciador digital como forma de ganhar dinheiro, não estaria errado. O site de vídeos é, de longe, a plataforma que mais trouxe ganhos aos seus produtores de conteúdo, com mais de 4 bilhões de dólares acumulados no ano de 2017. Aos poucos, porém, outras plataformas vão cavando seus espaços — e o salto na receita gerada aos seus empreendedores pode superar o visto na gigante dos vídeos.

É o que diz um estudo da associação de produtores e consumidores de produtos criativos Re:Create. De 2006 a 2016, o Escritório de Análise Econômica dos Estados Unidos estima que a economia digital expandiu a uma média anual de 5,6%, representando 6,5% do Produto Interno Bruto do país em 2016.

A entidade analisou o número de criadores e suas receitas no mercado americano em 2017, em nove plataformas: a Amazon Publishing, de publicação de livros; eBay e Etsy, de venda de produtos; a rede social Instagram; o marketplace de impressão 3D Shapeways; as plataformas de conteúdo escrito Tumblr e WordPress; e os sites de streaming Twitch e YouTube.

Nesses negócios, há um exército de 17 milhões de produtores de conteúdo com ganhos acumulados de 6,8 bilhões de reais, alta de 17% sobre 2016.

Onde há mais criadores e mais dinheiro

As plataformas com maior número de influenciadores digitais são Instagram (5,64 milhões de criadores), WordPress (4,85 milhões), Tumblr (3,14 milhões) e YouTube (2,19 milhões).

Os sites que surpreendem no aumento de influenciadores digitais são o YouTube (+81,4%), o Twitch (58,8%) e o Instagram (57,9%). Quem mais caiu foi a plataforma WordPress, com retração de 20,8% no número de criadores.

Em números absolutos, o maior gerador de receita é o YouTube, com mais de 4 bilhões de dólares. Mesmo assim, em termos percentuais, o crescimento de 21,1% na receita para os criadores do site de vídeos é superado por algumas plataformas que valorizam nichos:

Instagram

Instagram

 (Reprodução/Getty Images)

A rede social Instagram, que caminha cada vez mais para fomentar pequenos e médios negócios, deu o maior salto percentual em receita gerada aos criadores: rendeu 49% a mais em 2017, chegando a 460 milhões de dólares.

A consultoria eMarketer estima que 600 milhões de pessoas usaram o Instagram em 2017, gerando uma receita de 5 bilhões de dólares em anúncios para a plataforma. Esse dinheiro vem dos seus criadores.

Tais influenciadores digitais, por sua vez, obtém a receita divulgada pela Re:Create por meio de postagens patrocinadas. O maior exemplo desse processo é a empreendedora e socialite Kylie Jenner, que ganha um milhão de dólares por post, segundo o serviço de automação para Instagram Hopper HQ. Para ganhar dinheiro com o Instagram, o estudo afirma que é preciso ter ao menos 10 mil seguidores.

Twitch

Logo da marca Twitch Logo da marca Twitch

Logo da marca Twitch (Twitch/Facebook/Reprodução)

O Twitch é uma plataforma de streaming de vídeos especializada no universo dos jogos. Seus criadores faturaram 30% a mais em 2017, com receita acumulada de mais de 87 milhões de dólares. A plataforma explora o mercado de conteúdo de vídeos de games, estimado em 5,2 bilhões de dólares e 850 milhões de espectadores únicos, segundo a consultoria SuperData.

O Twitch ganha dinheiro tanto de anúncios quanto de taxas sobre assinaturas aos canais dos influenciadores digitais. Os ganhos são compartilhados com seus criadores, com uma taxa fixa a cada mil visualizações e 50% do valor das assinaturas.

Em 2017, 15 milhões de pessoas visitaram a plataforma por dia e assistiram a 335 bilhões de minutos de vídeos de jogos, criados por 2,2 milhões de influenciadores. Aqueles com mais seguidores, chamados de partners, podem receber uma participação maior, que chega a 60% do valor das assinaturas. Cerca de 27 mil deles são considerados partners.

Tumblr

Tumblr proíbe a publicação do conteúdo pornográfico do site

 (Aditya Irawan/Getty Images)

A plataforma de blogs Tumblr, mais conhecida por seus posts cheios de listas e desenhos autorais, gerou 22,6% a mais de receita para seus criadores em 2017, ultrapassando 178 milhões de dólares. O negócio registrou mais de 353 milhões de blogs em 2017, com mais de 150 bilhões de posts.

As receitas do Tumblr vêm de anúncios pagos por seus criadores para promover seus posts, além de ferramentas adicionais pagas. Os influenciadores digitais ganham dinheiro também com anúncios em suas páginas, mas de terceiros, por meio de serviços como o Google AdSense.

Shapeways

Impressora 3D

 (Reprodução/Wikimedia Commons)

A Shapeways, marketplace de produtos feitos por impressoras 3D, gerou 1,7 milhão de dólares em ganhos a seus criadores. Apesar de parecer pouco diante das outras plataformas, é um salto de 22,1% sobre o visto em 2016 e representa o crescimento de empreendimentos para influenciadores digitais de nicho.

A Shapeways obtém receita ao cobrar de seus criadores pelo uso de designs próprios ou desenhados por outros usuários. Já os produtores ganham dinheiro ao vender pela plataforma, com uma margem de lucro aplicada. A empresa afirma ter mais de 45 mil lojas e seis mil produtos criados e despachados por dia, para mais de 130 países.