6 diferenciais logísticos que vão fazer sua empresa vencer

Garanta o sucesso da sua empresa com um setor de logística impecável.

Os diferenciais de logística que sua empresa deve ter 
Escrito por Arnaldo Vhieira, especialista em estratégia de negócios

No universo dos negócios, a competitividade do ambiente corporativo tecnológico e globalizado fez com que as empresas travassem uma batalha para alcançar a inovação. Buscar um diferencial é sinônimo de garantia para permanecer “vivo” e alcançar os resultados esperados. Na área da logística, quais são os caminhos para o sucesso? Ouso em deixar algumas dicas:

1. Faça um excelente planejamento logístico: não adianta ter uma infraestrutura adequada, bem como o suporte das diversas áreas na empresa (financeiro, marketing, produção, entre outras), se não existe um planejamento efetivo, a curto, médio e longo prazo. A elaboração de um plano é que dá suporte a toda cadeia de suprimentos e torna eficientes os processos para satisfazer o cliente final.

2. Elimine os desperdícios, aperfeiçoe processos: um dos grandes desafios para gestão logística é o alinhamento dos processos internos e seus aperfeiçoamentos. Dessa forma, é possível evitar desperdícios de recursos e excesso de burocracia. Lembre-se que um dos motivos para o descontentamento do cliente é a morosidade no atendimento de suas solicitações, o que pode causar impactos negativos às atividades que se integram à logística, como o marketing, comercial e produção.

3. Utilize as ferramentas tecnológicas como aliadas: a utilização de ferramentas tecnológicas otimizam tempo e recursos, além de reduzir custos operacionais, o que impacta de forma positiva nos resultados da empresa, e isso pode ser repassados como ônus aos clientes.

4. Pratique a multicanalidade dos serviços logísticos: a logística não é apenas armazenagem e transporte de mercadorias. Esta área funciona para as empresas como o cérebro é para o corpo humano, pois o mesmo organiza informações que aperfeiçoam os processos produtivos e, sobretudo administrativos. Oferecer ao cliente um mix de serviços logísticos permite atender todas as suas necessidades, no que diz respeito à cadeia de suprimentos.

5. Associe a logística às práticas de responsabilidade social e ambiental: temos a logística reversa como forte estratégia para impulsionar o relacionamento da empresa com a sociedade. Além disso, as práticas de reversa ajudam na reciclagem de recursos e podem reduzir custos produtivos. Em época de forte consciência social, ambiental e política, os clientes optam em estabelecer relações de consumo com empresas que possuem em sua cultura a responsabilidade social.

6. Avalie e monitore os resultados alcançados: a gestão de uma empresa é sistemática, ou seja, os insumos que alimentaram a cadeia produtiva, uma vez processados necessitam de uma avaliação constante dos seus resultados, ou seja, ao planejar e implementar ações, a análise dos processos se torna fundamental para retroalimentar outros trabalhos. Lembre-se: autoconhecimento e estudo de acertos e erros, bem como dos efeitos, é condição para garantir que o ciclo se renove de maneira sustentável.

A partir das 6 dicas acima, vale ressaltar que a principal competências a ser adquirida pela gestão da logística é o poder de criar, inovar e reinventar. O SUCESSO, tão almejados por todos, resulta no DIFERENCIAL competitivo. Nunca esqueça: observe sempre o cotidiano em sua volta e não perca oportunidades. 

Arnaldo Vhieira é coordenador do curso de logística do complexo educacional FMU.