5 requisitos essenciais para criar uma franquia

Especialista fala sobre os fatores importantes ao transformar uma marca em rede de franquia

5 requisitos essenciais para criar uma franquia
Respondido por Adir Ribeiro, especialista em franquias

Abrir negócios significa, de maneira geral, que as pessoas querem se tornar bem sucedidas, obter lucro e o retorno do investimento realizado, construindo uma marca associada a uma boa imagem e reputação.

Esses interesses são legítimos e fazem parte dos principais motivos da expansão de um negócio por franquias, que precisa ser cuidadosamente avaliado para a decisão de transformar algo em franquia. 

É muito comum sermos questionados sobre quais os tipos de negócios podem virar um franquia e a resposta pode ser bastante ampla. Ao invés de focarmos a resposta nos segmentos, podemos desenvolver uma análise de viabilidade da franqueabilidade do negócio, como fonte de inspiração e tomada de decisão dos empreendedores.

1. Marca e imagem no mercado: um dos pilares do sistema de franquias está centrado na marca e reconhecimento da imagem de qualidade da empresa seja nos seus produtos ou atendimento.

2. Mix de produtos e exclusividade de marcas: o que será ofertado aos clientes e qual será o nível de exclusividade, bem como o posicionamento de mercado do negócio.

3. Potencial de negócio: o negócio é expansível e apresenta potencial de crescimento para o tipo de produto ou serviço. Também devem ser avaliadas a presença e a força da concorrência nos mercados de interesse de expansão.

4. Modelo financeiro: as margens de lucros do negócio são suficientemente adequadas para manter uma unidade franqueada e assim obter resultados satisfatórios, bem como o retorno do investimento em prazos coerentes com a realidade de mercado e nível de riscos. Essa avaliação deverá ser feita para a empresa franqueadora, que irá conceder as franquias, e para as unidades franqueadas dentro de seu plano de expansão.

5. Organização do conhecimento: se franquia está ligada diretamente à replicação de um padrão, os processos operacionais bem definidos e estruturados, bem como a transferência desse know-how são fundamentais para a avaliação de franqueabilidade.

Vale sempre ressaltar que a expansão por franquias envolverá não só o capital de terceiros, mas também os seus sonhos, energia e esforços. Por isso, o processo deve ser cuidadosamente pensado e implementado. Portanto, só deverá haver a expansão por franquias quando o negócio estiver histórico positivo, estabilidade e maturidade suficientes.