6 lições de Flávio Augusto da Silva, do Geração de Valor

Durante o curso Exame PME, em São Paulo, o empreendedor Flávio Augusto da Silva contou o que é necessário para ter boas ideias e superar desafios

São Paulo – Visão, coragem e competência. Para Flávio Augusto da Silva, fundador da rede de escolas de idiomas Wise Up e do blog Geração de Valor, esses são os pilares do empreendedorismo. “Sem essas três coisas não tem como avançar”, disse o empreendedor durante a 6ª edição do Curso Exame PME, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.

Durante a palestra, ele contou um pouco sobre sua trajetória e de como administra as suas empresas. Silva nasceu na periferia do Rio de Janeiro e começou a trabalhar na área de vendas de uma escola de inglês.

Aos 23 anos, decidiu fundar a sua própria empresa com um investimento inicial de 20 mil reais. “Na época, as escolas ofereciam cursos de inglês com duração de sete anos. Pensando no movimento do mercado, criamos um curso para o público adulto aprender a falar, ler e escrever com duração de 18 meses”, explica. Em 2013, a Wise Up foi vendida por 877 milhões de reais.

Após a negociação, o empreendedor comprou o time de futebol Orlando City, nos Estados Unidos. Em outubro do ano passado, o time foi avaliado em 325 milhões de dólares e neste ano disputa a principal divisão do futebol norte-americano.

Há seis meses, ele fundou a startup Meusucesso.com, escola de negócios online, voltada para quem deseja empreender. De acordo com Silva, por meio das histórias de empreendedores de sucesso é possível aprender sobre vendas, marketing e gestão. Veja qual é a receita do empreendedor para ficar inspirado e construir um negócio de sucesso:

1. Estimule sua visão
“Todo empreendimento começa com uma visão. É perceber uma tendência e não aceitar as coisas como elas são”, afirma. Para Silva, um empreendedor consegue antecipar conclusões que a maioria das pessoas sequer tinha pensado.

2. Tenha coragem
Na época que fundou a Wise Up, ele conta que tinha um cargo de direção e recebia sete mil dólares ao mês. Mas resolveu largar tudo para empreender.

Para Silva, empreender não significa somente abrir um novo negócio. É ter coragem para continuar empreendendo, criar outras possibilidades ou transformar sua empresa. “Muitas ideias vão para o cemitério porque as pessoas foram covardes e não tiveram iniciativa”, afirma.

3. Seja competente
Muitos empreendedores acreditam que têm uma boa ideia de negócio, mas não tem o capital necessário. “Quando o negócio é bom, você vai contagiar quem está ao seu lado. Faz parte da competência conseguir o dinheiro para começar o negócio”, conta.

4. Invista em treinamento
Um negócio de sucesso precisa andar sem a presença do empreendedor. “Quando você criar um negócio que anda sozinho, você mostra para o mercado que ele tem valor e que não depende do empreendedor para ter sucesso”, ensina.

Para criar uma gestão à distância é preciso disciplina, capacidade para executar e criar aliados. “ A equipe tem que estar preparada, caso contrário você não foi competente no treinamento das pessoas”, afirma.

5. Inclua sua família
O objetivo do empreendedor deve ser compartilhado com todos os membros de sua família. Casado há 22 anos, Silva afirma que sua mulher o acompanha durante viagens de negócios e participa de seu mundo. “Tem que incluir o seu par, pois todos fazem parte do mesmo projeto. O objetivo tem que ser da família”, conta.

6. Mantenha sua essência
Um dos desafios de Silva é o de manter sua essência. “Abrace sua essência, o que você conquistar não pode mudar o que você é. Se mudar, você fracassou. O dinheiro não será capaz de comprar o brilho nos olhos”, afirma.