4 sinais de que você precisa tirar férias do seu negócio

Especialistas afirmam que empreendedores também precisam tirar um período de descanso para o bem do negócio

São Paulo – Quem é dono de uma pequena empresa ou startup quase sempre quer fazer tudo do jeito dele, ou o “jeito certo”. Dessa maneira, o acúmulo de atividades e funções é inevitável, pois ele não permite que sua equipe realize as tarefas sem a sua supervisão. “Uma empresa precisa funcionar independente do dono”, ressalta Joaquim Xavier, gerente do Sebrae-SP.

O descanso pode e deve ser programado de maneira que o empresário não precise ficar resolvendo problemas durante uma viagem. “É aprender a delegar mais e avaliar quem pode tomar decisões no lugar dele”, explica João Bonomo, professor do Ibmec-MG.

Para Luiz Arnaldo Biagio, professor da BSP – Business School São Paulo, uma pequena empresa demanda que o empreendedor tenha novas ideias constantemente. “Ele precisa tirar férias, viajar e recarregar as energias”, conta. Veja outros sinais de que você precisa se desligar um pouco da empresa.

1. Estresse no limite

É comum que pequenos empresários fiquem sem tirar férias durante anos e isso pode ser desfavorável para o negócio. “O nível de estresse aumenta, atrapalha o relacionamento com a família e não é saudável”, afirma Xavier.

Biagio explica que quanto mais o empreendedor adiar o período de descanso, mais difícil será lidar com os problemas e desafios do empreendimento. “Ficar um pouco fora da empresa pode ajudar, pois ele pode encontrar saída para alguns problemas que parecem sem solução”, diz.

2. Falta inspiração

“Fazer uma pausa criativa é conhecer outros empreendimentos para ter novas ideias, descobrir novos interesses, outras possibilidades, outros mercados e assim por adiante”, explica Bonomo.

Para Biagio, tirar alguns dias para relaxar pode ajudar desde que o empreendedor se empenhe em aproveitar. “É preciso relaxar para conseguir pensar em outras coisas. O organismo demora para se ligar em uma nova rotina”, conta.

3. Só pensa na empresa

Ficar muito tempo na empresa não significa trabalhar muito. A produtividade vai a zero quando o empresário só pensa em trabalhar sem ter hora para acabar. Bonomo afirma que um descanso de 10 dias pode fazer bem tanto para o empreendedor quanto para o negócio.

Xavier explica que empreender também é ajudar a preparar as pessoas para que possam realizar as tarefas sem a presença do patrão. “A empresa tem que funcionar bem sem o dono estar presente. As pessoas têm que executar o que foi planejado”, afirma.

4. Não consegue planejar o futuro

Com a correria do dia-a-dia, o empresário não consegue se planejar e gasta boa parte do seu tempo apagando incêndios ou lidando com a parte operacional do negócio. Para Xavier, a atividade empresarial é muito desgastante e é preciso parar um pouco para que ele tenha energia para planejar o futuro. 

Crescimento e inovação demandam planejamento e metas traçadas a curto, médio e longo prazo. Por isso, descansar pode ser vantajoso para o futuro do seu negócio.