3 razões para dizer não a um investidor

Especialista Cassio Spina afirma que empreendedores precisam ter uma relação de confiança com o investidor-anjo

Quais são as razões para dizer não a um investidor?
Respondido por Cassio Spina, especialista em startups

Muitos empreendedores acreditam que apenas os investidores é quem escolhem se irão ou não fazer o investimento em uma empresa, mas eu sempre reafirmo que o empreendedor também deve avaliar se quer ou não ter aquele investidor, pelas seguintes razões:

1. Falta de confiança
Se o empreendedor não confiar que o investidor irá cumprir o que está se comprometendo, tanto com relação aos valores financeiros, quanto ao valor agregado que tenha prometido (ex.: experiência, contatos, etc.), não deve seguir adiante, por isto é importante que o empreendedor avalie o histórico do investidor e referências que tenha de empresas em que ele já investiu.

2. Incompatibilidade de valores
Se o empreendedor sentir que o investidor tem valores, metas e objetivos muito diferentes, pois isto no futuro pode comprometer a relação e neste caso certamente irá prejudicar muito o negócio, assim, é importante antes de fechar o investimento verificar quais as expectativas que o investidor tem com relação ao negócio, desde o relacionamento do dia-a-dia, até os resultados futuros.

3. Pedidos fora dos padrões
É preciso muita atenção se as condições que o investidor quiser impor para o negócio forem muito fora dos padrões de mercado. Por exemplo, se o investidor exigir alguma garantia real (ex.: casa, carro) para o investimento feito ou se quiser uma participação muito elevada no negócio (ex.: acima de 50%).

Cabe relembrar que o investimento se tornará uma relação societária, assim, a empatia e entendimento mútuo são fundamentais para o sucesso do negócio.