Zurich: Brasil financiará investimentos em aeroporto de Vitória

Grupo suíço superou outros três investidores interessados, a francesa ADP, a CCR e Fraport

São Paulo – O principal executivo da Zurich Latin America, Stefan Conrad, disse nesta sexta-feira (15), que a companhia irá buscar recursos locais para os investimentos no aeroporto de Vitória.

Questionado sobre financiamento para os investimentos que o grupo acabou de assumir, ao conquistar o bloco Sudeste do leilão de aeroportos, o executivo disse que “todo financiamento ao aeroporto de Vitória será com dinheiro do Brasil”, disse, em coletiva de imprensa na B3.

Hoje, o grupo ofereceu um valor de contribuição inicial de R$ 437 milhões para o bloco, o que corresponde a um ágio de 830,15% ante o valor mínimo inicial estipulado para este bloco, de R$ 46,9 milhões. O grupo suíço superou outros três investidores interessados, a francesa ADP, a CCR e Fraport.

Trata-se do menor bloco ofertado no leilão, integrado pelos terminais de Vitória (ES) e Macaé (RJ). Em 2019, os dois aeroportos devem registrar a movimentação de 3,3 milhões de passageiros e a perspectiva é atingir 8,2 milhões/ano até o final de concessão, em 2049.

Além do valor de contribuição inicial, a ser pago no início do contrato, o consórcio vencedor deverá realizar investimentos de R$ 302 milhões nos primeiros cinco anos de contrato.

Entre as obras previstas estão medidas para garantir o atendimento do nível de serviço em parâmetros baseados em recomendações da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês) e, em Vitória, a garantia de atendimento de processamento de 65% dos passageiros domésticos em pontes de embarque.