Walmart pode comprar Carrefour no Brasil por até US$ 8 bilhões, diz WSJ

A aquisição pode ser viabilizada pelo banco de investimentos UBS AG

São Paulo – A rede varejista americana Walmart pode comprar a operação brasileira do Carrefour por um preço entre US$ 6 bilhões e US$ 8 bilhões, segundo reportagem do Wall Street Journal publicada nesta sexta-feira (12). De acordo com o texto, a aquisição está sendo viabilizada pelo banco de investimentos UBS AG.

Segundo as fontes do WSJ, as empresas ainda não iniciaram conversas sobre a compra, mas o Walmart está “seriamente” interessado pela proposta. As duas empresas não comentam os rumores de aquisição.

O Walmart já esteve próximo de fechar a compra do Carrefour no Brasil em 2009, mas as duas empresas não entraram em acordo quanto ao preço.

Mundialmente, o Carrefour é segunda maior varejista, atrás justamente do Walmart, mas suas vendas em terras brasileiras enfrentam quedas.

A tentativa de fusão com Pão de Açúcar

O empresário Abilio Diniz, presidente do Grupo Pão de Açúcar, tentou realizar uma união com o Carrefour brasileiro, com a ajuda do banco BTG Pactual, de André Esteves, e com o apoio do governo brasileiro, através do BNDES. A negociação chegou a ser aprovada pelo conselho do Carrefour.

A fusão foi frustrada pelo sócio francês de Diniz, o grupo Casino, que é concorrente do Carrefour na França.

Abilio Diniz chegou a escrever na rede de microblogs Twitter que “a ideia [de fusão] era tão boa que o Walmart ameaça comprá-lo”.