Walmart estuda fechar 30 lojas no Brasil em 2016, diz jornal

Em outubro, o presidente global da rede, Doug McMillon, comunicou a investidores que estava revendo os ativos da companhia

São Paulo – O Walmart estaria estudando fechar 30 lojas no Brasil no próximo ano, o equivalente a 5% das 544 unidades da varejista no Brasil. A informação é do Valor Econômico.

De acordo com o jornal, os pontos de venda que devem ter as atividades encerradas ficam nas regiões Nordeste e Sul. Os donos desses imóveis, inclusive, já estariam bucando novos locatários.

No Nordeste, o Walmart é dono da rede Bompreço e, no Sul, das cadeias BIG, Nacional e Mercadorama.

Procurada por EXAME.com, a empresa apenas disse em nota que “está constantemente revisando o seu portfólio e tomando decisões baseadas no que é melhor para o negócio e para os clientes.”

O posicionamento reforça o comunicado que o presidente global da companhia, Doug McMillon, fez aos investidores em outubro.

Ele disse que a rede de supermercados estava revendo seus ativos “para garantir que eles estejam alinhados com a estratégia”.

A varejista já sinalizou que pode até mesmo deixar de operar em alguns países.

Ainda conforme a reportagem do Valor, o Walmart avalia também alugar parte de seus terrenos próprios no Brasil a outras empresas para obter renda extra.

No terceiro trimestre, as vendas líquidas da companhia caíram 0,4%. Quando consideradas apenas as lojas abertas há pelo menos um ano, a queda foi um pouco mais acentuada, de 0,6%.

O Walmart passa por uma grande reestruturação no país já há alguns anos. Em 2013, fechou 25 lojas, abriu outras 22 e demitiu funcionários.

Em 2014, não houve inaugurações e, neste ano, elas chegaram a ser anunciadas, justamente no Nordeste, mas não foram significativas.