Votorantim conclui acordo para construir fábrica no Uruguai

Projeto vai receber US$ 146 milhões de investimentos e deverá entrar em funcionamento em 2014

São Paulo – A Votorantim Cimentos anunciou nesta sexta-feira a conclusão de um acordo com a estatal uruguaia Ancap e a privada Artigas para a construção de uma fábrica de cimento no Uruguai, em um projeto com investimentos calculados em US$ 146 milhões.

A fábrica, que será construída na cidade de Treinta y Tres, a 286 quilômetros de Montevidéu, terá capacidade de produção de 750 mil toneladas anuais de cimento, segundo um comunicado divulgado em São Paulo pelo grupo Votorantim.

O projeto, que está previsto para ser concluído em 2014, será do tipo “greenfield”, com investimentos e instalações que partem do zero, mas aproveitará uma jazida de calcário, matéria-prima para o cimento, que existe no local.

Segundo o acordo, Artigas terá 60% da fábrica, enquanto a Ancap e a Votorantim Cimentos se repartirão em partes iguais os 40% restantes.

A iniciativa, detalhou a nota, pretende gerar cerca de 400 empregos diretos durante a fase de obras e cerca de 120 postos fixos de trabalho quando entrar em operação, além de 600 vagas indiretas.

“O Uruguai é um país com jazidas de alta qualidade e uma localização estratégica. Com este empreendimento, o país passa a ser exportador de cimento para a região sul do Brasil, principalmente para o Rio Grande do Sul”, assinalou Walter Schalka, presidente da Votorantim Cimentos.

Desde 2009, a brasileira tem participação de 38% no capital da Cementos Artigas.