Volvo investirá US$ 110 milhões em concessionárias

A empresa também terá mais uma marca de caminhões no Brasil

São Paulo – O grupo Volvo (de caminhões e ônibus) anunciou nesta quinta-feira, em São Paulo, o investimento de US$ 110 milhões em 2013 na ampliação da rede de concessionárias na América do Sul – Argentina, Brasil, Chile e Peru – e confirmou uma segunda marca de caminhões no País. De acordo com o presidente da companhia sueca para a América Latina, Roger Alm, a Volvo seguirá ainda com os investimentos em infraestrutura e em ampliação da capacidade de produção na unidade de Curitiba (PR), polo produtor e exportador da Volvo.

Segundo o executivo, os investimentos no varejo são apenas nas lojas próprias e devem ser ampliados também pelas concessionárias parceiras. “Pretendemos lançar 10 novas concessionárias por ano no Brasil, já que a projeção para a economia é boa, os recursos do Finame estão disponíveis e a safra será excelente”, disse Alm.

Já a segunda marca no Brasil ainda não está definida. O grupo detém, além da Volvo, as marcas Renault, Mack e UD. No Chile, por exemplo, as quatro estão presentes.

Alm afirmou ainda que a nova linha FH de caminhões pesados, lançada recentemente na Europa, será introduzida em breve na América Latina. A montadora revelou ter finalizado os testes de um caminhão híbrido movido a diesel e a gás natural liquefeito (GNL). O veículo testado no Brasil tem 10% menos emissões de gás carbônico e o GNL substitui até 70% do consumo do diesel.

Financiamento

O presidente da Volvo Financial Services (VFS), Marcio Pedroso, informou que o volume de crédito da instituição financeira encerrou 2012 com alta de 17% sobre 2011 para R$ 2,1 bilhões. O chamado Banco Volvo financiou 40% das vendas da montadora. Presente na América do Sul apenas no Brasil e no Chile, a VFS tem US$ 31,6 bilhões em carteira e financiou no ano passado 191 mil unidades.

Em 2012, a Volvo registrou uma receita de US$ 4,4 bilhões na América Latina, o correspondente a 10% do total do faturamento do grupo no mundo. A venda de caminhões da Volvo na região atingiu 19,2 mil unidades, das quais 15,9 mil no Brasil, onde a fatia de mercado da montadora saltou de 17,1% para 18,2% entre 2011 e 2012.