Volkswagen pode liderar mercado mundial após fusão com Porsche

Diretor financeiro da Volks afirma que operação deve gerar saldo positivo de 700 milhões de euros anuais no lucro da empresa

A fusão com a Porsche pode fazer da Volkswagen a maior fabricante de automóveis do mundo, superando a Toyota. Durante apresentação feita nesta sexta-feira (14/8), em Wolfsburg, na Alemanha, para mostrar os detalhes da fusão, o diretor financeiro da Volkswagen Hans Dieter Pötsch afirmou que, para financiar a fusão e manter a liquidez da empresa, a Volkswagen quer fazer uma ampliação de capital de 4 bilhões de euros. A operação deve ser concluída em 2011.

O processo de criação do novo consórcio automobilístico deve integrar a Porsche como a 10ª marca da companhia. Segundo a Agência EFE, o executivo-chefe da empresa, Martin Winterkorn, disse que o nome do novo consórcio integrado por Volkswagen e Porsche ainda não foi decidido.

A decisão das duas companhias de criar o consórcio integrado, sob a direção da Volkswagen, foi anunciada na quinta-feira (13/8). A transação deve preservar a “sólida base financeira da Volkswagen e a independência da Porsche”, diz uma nota divulgada pela líder do processo.

Pötsch afirmou que a empresa realizará a ampliação de capital com a emissão de novas ações preferenciais no primeiro semestre de 2010, que deverá ser aprovada pelos acionistas no final deste ano. A emissão permitirá à Volkswagen manter sua liquidez e ao Estado da Baixa Saxônia permanecer com sua participação de 20% na firma.

De acordo com o diretor financeiro, a Volkswagen poderá economizar até 3 bilhões de euros com a aquisição da Porsche, o que gerará um saldo positivo de 700 milhões de euros anuais no lucro operacional da maior fabricante de automóveis da Europa.

Cronograma
Ainda em 2009, a Volkswagen comprará uma participação de 42% na Porsche AG no valor de 3,3 bilhões de euros (US$ 4,686 bilhões). Em 2010, além da ampliação de capital, a empresa vai adquirir das famílias Porsche e Piëch a concessionária da Porsche em Salzburg.

Entre 2010 e 2011, a Porsche Automobil Holding SE também deve realizar ampliação de capital, emitindo ações ordinárias e preferenciais. Finalmente, em 2011, será concluída a fusão entre a Volkswagen e a Porsche SE. A operação de aquisição avalia o conjunto da Porsche Holding SE em 12,4 bilhões de euros (US$ 17,608 bilhões).