Volkswagen investirá R$ 2,4 bilhões em fábricas paulistas em 2020

O montante será aplicado nas plantas de São Bernardo do Campo e São Carlos; montadora destinará uma parcela dos recursos para a produção de um novo modelo

São Paulo – A Volkswagen anunciou nesta quinta-feira, 29, que irá investir 2,4 bilhões de reais nas plantas de São Bernardo do Campo e São Carlos, ambas no Estado de São Paulo, em 2019 e 2020. Parte dos recursos será destinada à produção de um novo modelo, o New Urban Coupé.

Estamos crescendo acima do mercado. Em 2019, a produção da empresa em São Paulo está 10% maior do que no ano passado”, afirma Pablo Di Si, presidente da Volkswagen América Latina, em entrevista a EXAME.

O aporte faz parte do programa de investimentos em curso do grupo alemão, de 7 bilhões de reais. Segundo o executivo, o modelo a ser produzido em São Bernardo foi desenvolvido por engenheiros brasileiros e não só será exportado para América Latina, África e Ásia, como também será fabricado na Europa.

O modelo foi um sucesso nas nossas clínicas. O conselho mundial adorou o carro e levou para a Alemanha. Agora, esse desenho brasileiro vai ser produzido na Europa”, relata Di Si.

O executivo reforça que o investimento contempla o desenvolvimento de diversas tecnologias de conectividade que virão com o New Urban Coupé.

Parte do investimento também vai ser usada para dobrar a capacidade de produção de virabrequins, importante componente de motores. Di Si conta que a montadora importava virabrequins da Alemanha há alguns anos. Com um investimento importante há cerca de quatro anos, a empresa passou a produzir a peça em São Carlos. “Agora, não só exportamos para a Alemanha, como vamos elevar os embarques para a Europa com esse novo aporte.”

Novo modelo

Para produzir o New Urban Coupé, a planta de São Bernardo terá que passar por uma modernização. Atualmente, a unidade fabrica o Polo e o sedã Virtus. Na planta de São José dos Pinhais, Paraná, são fabricados os modelos Fox, Golf e T-Cross.

As plantas de São Bernardo e São Carlos operam, hoje, em três turnos.