Volks suspende chefe de controle de qualidade por escândalo

Tuch, que segundo a fonte foi suspenso semana passada, não foi acusado de nenhum crime e não possui até agora ligação aparente com o caso

Frankfurt – A Volkswagen suspendeu Frank Tuch, chefe do controle de qualidade do grupo, após o escândalo de fraude nas emissões de gases poluentes, disse uma fonte próxima à companhia para a Agência Efe.

Tuch, que segundo a fonte foi suspenso semana passada, não foi acusado de nenhum crime e não possui até agora ligação aparente com o caso. Ele não foi encontrado para fazer comentários.

Esta decisão indica que as investigações continuam centradas no alto escalão executivo do grupo mais diretamente envolvido na supervisão de desenvolvimento, de produção e de controle de qualidade dos motores à diesel.

Tuch não trabalhava para a Volkswagen em 2008, quando acredita-se que os diretores da companhia tenham decidido instalar o dispositivo que falsificava os índices de emissões de gases dos motores à diesel quando eles estavam sendo submetidos a testes ambientais.

Mas os investigadores também buscam informações sobre os empregados que poderiam ter tido conhecimento da existência desse dispositivo e não denunciaram o mecanismo fraudulento.