Vendas do McDonald’s crescem 14% com ajuda de cardápio mais sofisticado

Estratégia de diversificar menu garantiu alta nas vendas da maior rede de fast-food do mundo; lucro cresceu 9%

São Paulo – As vendas globais do McDonald’s somaram 7,1 bilhões de dólares no terceiro trimestre do ano, alta de 14% na comparação com o mesmo período de 2010. O crescimento tem relação com estratégia da rede de diversificar o cardápio e oferecer refeições que sejam mais convenientes e atrativas aos clientes.

No período, o lucro líquido do McDonald’s somou 1,5 bilhão de dólares, crescimento de 9% em relação ao terceiro trimestre de 2010.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o desempenho da rede foi impulsionado, principalmente, pela inclusão de bebidas premium no McCafé e opções de ofertas servidas exclusivamente na hora do almoço. Na região, as vendas comparáveis aumentaram 6% no terceiro trimestre.

Na Europa, a inclusão de refeições mais sofisticadas no menu foi responsável pela alta 15%no lucro operacional do McDonald’s na região. Países como Rússia, Alemanha e Reino Unido lideraram as vendas no mercado europeu.   

Já nas regiões que englobam a Ásia, Pacífico, Oriente Médio e África (APMEA), a alta de 26% no lucro da rede de fast-food foi atribuída principalmente a recuperação do mercado japonês, que, após o terremoto no início do ano, voltou a operar com mais força.

Segundo Jim Skinner, chefe-executivo do McDonald’s no mundo, o sucesso continuo da rede McDonald’s é impulsionado pelos fundamentos estratégicos e operacionais que orientam o negócio. “Nosso compromisso é desenvolver produtos que façam a diferença e gerem crescimento de longo prazo para a rede”, disse o executivo em nota.

O Brasil está de fora dos resultados financeiros apresentados pela rede, pois no país as operações do McDonald’s são controladas pela Arcos Dorados, maior franqueada da companhia no mundo e que detém o direito da marca na América Latina.