Vendas da Toyota na China caem em outubro após disputa

Nos primeiros dez meses do ano, as vendas de automóveis da montadora totalizaram cerca de 685.900 veículos

As vendas da Toyota na China caíram 44 por cento em outubro na comparação anual, com a montadora japonesa ainda pressionada pelo impacto de uma disputa territorial entre os dois países.

A Toyota disse nesta quinta-feira que a companhia e suas joint ventures parceiras no país venderam cerca de 45.600 carros no mês passado. A queda anual segue o recuo de cerca de 50 por cento visto em setembro.

Protestos violentos e apelos por boicotes de produtos japoneses eclodiram em toda a China em meados de setembro, depois que o Japão nacionalizou duas ilhas no Mar da China oriental, comprando-as de seus proprietários privados.

Nos primeiros dez meses do ano, as vendas de automóveis da Toyota totalizaram cerca de 685.900 veículos, representando uma queda de 1 por cento sobre o mesmo período do ano passado, segundo a empresa.