Vendas da Syngenta sobem 18% na América Latina no 3º tri

Vendas totalizaram US$ 2,698 bilhões no período, aumento de 1% ante o ano anterior

Nova York – As vendas da Syngenta totalizaram US$ 2,698 bilhões no terceiro trimestre, aumento de 1% ante igual período do ano anterior. Com taxas de câmbio constantes, o crescimento chega a 6%. Segundo a empresa, o resultado foi sustentado pelas operações na América Latina. No acumulado dos nove meses do ano até setembro, as vendas totais somaram US$ 10,963 bilhões, aumento de 6% ante igual período de 2011.

As vendas na América Latina cresceram 18% em receita no terceiro trimestre, para US$ 1,1 bilhão. Em igual período em 2011, a receita de vendas totalizou US$ 949 milhões. “A alta dos preços da soja está provocando uma ampliação da área plantada e o aumento do investimento dos agricultores no Brasil e na Argentina”, disse a empresa em nota. Já as vendas de defensivos subiram 21% no continente latino-americano, somando US$ 924 milhões. Somente as vendas de defensivos para cana-de-açúcar dobraram devido à adoção rápida desses produtos, segundo a companhia.

Na região da Ásia Pacífico as vendas subiram 3% no período, para US$ 398 milhões, com destaque para o milho. Na região da Europa, África e Oriente Médio, o aumento foi de 2%, para US$ 579 milhões, apoiado principalmente no sucesso de sementes híbridas de cevada na Alemanha e no norte da Europa, segundo a Syngenta. Na América do Norte, as vendas recuaram 4%, para US$ 460 milhões.