Veja como foi feita a lista de gurus internacionais

Para definir quais os principais pensadores de negócios internacionais, a reportagem de EXAME se baseou em três rankings organizados por instituições de prestígios e depois cotejou os resultados com dois livros que tratam do assunto (Os Revolucionários da Administração, de Stuart Crainer, e O Guia dos Gurus, de Joseph e Jimmie Boyett). Veja os critérios de cada uma das listas:

  1. Accenture

A consultoria Accenture organizou um ranking dos 50 gurus de negócios mais importantes do mundo utilizando três critérios:

  1. o número de vezes que cada guru aparecia em buscas com seu nome pelo site de buscas Google, que indica o quanto ele é comentado pelo público em geral;
  2. o número de citações no Social Scientes Citation Index (SSCI), que indica o quanto seu trabalho publicado é citado por outros estudiosos, uma medida de seu impacto acadêmico;
  3. o número de menções na LexisNexis, um banco de dados da mídia em inglês de negócios e geral, que indica a importância de cada guru nos meios fora da internet.
  1. Thinkers 50 Global Ranking, ligado ao jornal Financial Times

Este ranking anual, iniciado em 2001, consultou centenas de pessoas ligadas a negócios, consultores e acadêmicos, e depois riscou os nomes daqueles que tiveram poucas menções na mídia nos últimos dois anos. Os 82 nomes que restaram foram listados por um comitê de seis autores e jornalistas especializados em administração, de acordo com dez critérios:

  • originalidade das idéias
  • implementação das idéia que propôs
  • estilo de apresentação
  • comunicação escrita
  • fidelidade dos seguidores
  • coerência (se eles praticam o que pregam em seu próprio negócio)
  • grau de internacionalização
  • rigor na pesquisa
  • impacto das idéias
  • se cabem no estereótipo de guru
  1. Business Week

A revista americana produziu um ranking com 12 gurus de negócios em 2001. A lista foi produzida a partir das respostas de diretores de 210 empresas, que classificaram os melhores palestrantes em programas de educação internos.