Vazamento em plataforma da Petrobras gera mancha de 31km no litoral do Rio

Acidente ocorreu em uma plataforma que estava desativada, localizada no campo de Espadarte

Brasília – Um vazamento em uma plataforma de petróleo da Petrobras derramou 1.400 litros de óleo cru no litoral do Rio de Janeiro. O vazamento teve início na manhã de quarta-feira, 2. Uma mancha de 31 quilômetros se espalhou pelo mar.

O acidente ocorreu em uma plataforma que estava desativada, localizada no campo de Espadarte. O Ibama confirmou a informação ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. Segundo o órgão ambiental, uma equipe de avião foi deslocada nesta quinta-feira, 3, até a região para monitorar, por meio de sensores, a extensão do problema.

O Ibama afirmou que a Petrobras já teria controlado o vazamento. Não há ainda informações sobre a quantidade de óleo contida no tanque da plataforma, nem qual seria a causa do rompimento na estrutura, desativada desde o dia 1 de julho do ano passado.

De acordo com o Ibama, a Petrobras comunicou o acidente à Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) na quarta à tarde. Três embarcações de apoio foram deslocadas até a região. O Ibama não soube informar se a mancha foi controlada.