Valor de mercado dos times do Brasileirão cai 28% em um ano

O êxodo de importantes jogadores para o futebol internacional provocou queda de 28% no valor de mercado dos times, mostra estudo

Rio de Janeiro – O êxodo de importantes jogadores para o futebol internacional provocou queda de 28% no valor de mercado dos times que disputam o Campeonato Brasileiro, que agora é apenas o 10º mais valioso do mundo, segundo estudo divulgado nesta quarta-feira pela Pluri Consultoria.

“O valor de mercado do Brasileirão atingiu 672 milhões de euros (R$ 2,1 bilhões), retornando ao nível de 2008. Em 2014 fomos ultrapassados por Ucrânia e Portugal”, aponta o relatório.

De acordo com a Pluri, é possível medir a qualidade do futebol praticado em cada região do mundo comparando o valor de mercado das competições.

O Brasil, que chegou a ter o sexto campeonato mais valorizado em 2012, apresenta o terceiro ano seguido de queda.

“O Brasileirão perdeu 28% em relação à edição de 2013, a maior queda entre todos os campeonatos analisados, reflexo do grande número de jogadores valiosos que deixaram o país, em especial na janela do meio do ano passado”, cita o relatório, apontando especialmente os nomes de Neymar, Bernard e Paulinho.

Os valores dos atletas são definidos por software próprio, considerando 77 critérios divididos em 18 itens: idade, fundamentos, qualidade técnica, capacidade de decisão, aspectos táticos, força e condição física, disciplina e espírito de equipe, condição clínica, titularidade, posição, campeonato que atua, experiência internacional, convocações para seleção, títulos, capacidade de retorno de marketing, potencial de valorização, capacidade de adaptação e demanda atual de mercado.

O “líder” do ranking dos campeonatos é a primeira divisão do Campeonato Inglês, avaliada em 3,61 bilhões de euros (R$ 11,1), seguido por Campeonato Espanhol, Alemão, Italiano, Francês, Russo, Turco, Português, Ucraniano e depois o Brasileiro.

“Se considerarmos o valor médio por time participante, o Brasileirão cai ainda mais, para a 11ª posição, atrás também do Campeonato Holandês”, revela o estudo.