Vale tem lucro líquido de US$ 1,6 bilhão no 3º trimestre, alta de 17,5%

Resultado reverte prejuízo de US$ 133 milhões registrado no trimestre imediatamente anterior

São Paulo — O lucro líquido da Vale no terceiro trimestre do ano atingiu US$ 1,654 bilhão, aumento de 17,5% em relação ao observado no mesmo período do ano passado.

O resultado reverte, ainda, prejuízo de US$ 133 milhões registrado no trimestre imediatamente anterior. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, apesar do resultado positivo no terceiro trimestre, o prejuízo é de US$ 121 milhões, na esteira da tragédia de Brumadinho em janeiro.

“No terceiro trimestre de 2019, progredimos para a estabilização de nosso negócio e avançamos com o nosso objetivo de reparação integral de Brumadinho. A descaracterização de 9 barragens a montante continua, com a conclusão da primeira barragem prevista para o primeiro trimestre de 2020″, comentou o presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, no documento que acompanha o seu demonstrativo financeiro, divulgado nesta quinta-feira. “Estamos evoluindo com um portfólio de produtos premium ajustado às demandas de mercado”, disse no documento.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi para US$ 4,603 bilhões no intervalo de julho a setembro, crescimento de 6% na base anual e de 48% na base trimestral. A margem Ebitda ajustado foi de 45%, subindo depois de chegar em 34% entre abril e junho deste ano.

A receita operacional líquida no intervalo analisado foi de US$ 10,217 bilhões, expansão de 7% em relação ao terceiro trimestre do ano passado e de 11% ante o segundo trimestre deste ano.