Vale produz 319 mi de toneladas de minério de ferro em 2014

A produção representa um crescimento de 6,5% em relação a um ano antes

São Paulo – A produção de minério de ferro da Vale em 2014 atingiu 319,215 milhões, crescimento de 6,5% em relação ao visto um ano antes.

Com esse desempenho, a mineradora brasileira superou em 7,2 milhões de toneladas a meta divulgada ao fim de 2013, de 312 milhões de toneladas de minério de ferro para 2014.

Além disso, esse volume garantiu que a companhia batesse recorde de produção anual de minério de ferro.

Considerando a compra de minério de ferro de terceiros, o volume atingiu 331,556 milhões de toneladas no ano passado, alta de 6,8% na relação anual, informou a companhia em seu relatório de produção, divulgado nesta quinta-feira, 19.

Já no quarto trimestre de 2014, a produção própria da Vale ficou em 82,973 milhões de toneladas, expansão de 2,1% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior, mas queda de 3,2% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Com a compra de terceiros, o volume foi a 86,297 milhões de toneladas, aumento de 2% na comparação com o último trimestre de 2013. Ante o intervalo imediatamente anterior houve um decréscimo de 2,7%.

Em Carajás a Vale informou que a produção anual de 119,7 milhões de toneladas foi recorde, com 14,8 milhões de toneladas acima do volume observado em 2013.

Em Carajás também foi anotado recorde trimestral no quarto trimestre de 2014.

No sistema Sul, a produção de 86,3 milhões de toneladas foi a maior marca desde 2007.

Pelotas

Em 2014 a produção de pelotas atingiu 42,965 milhões de toneladas, alta de 10,2% em relação ao registrado em 2013.

No quarto trimestre do ano passado a produção foi de 11,642 milhões de toneladas, alta de 11,8% na relação anual e de 1,7% na trimestral.

Segundo a companhia, a produção de pelotas, excluindo o volume da Samarco, ficou 800 mil toneladas abaixo da meta para o ano.

Níquel

A produção de níquel somou 275 mil toneladas, aumento de 5,7% em relação ao observado em 2013. , informou a companhia em seu relatório de produção. No quarto trimestre do ano passado a produção foi de 73,6 mil toneladas, alta de 8,4% na relação anual e de 2,1% na trimestral.

Segundo o documento divulgado pela companhia, a produção anual de níquel foi a sua melhor marca desde 2008, mesmo com a paralisação por quase dois anos das operações da Vale Nova Caledônia (VNC) ao longo do ano passado.

A VNC, inclusive, registrou recorde de produção anual, destacou a mineradora brasileira.

A unidade de Onça Puma também quebrou recorde anual, com produção de 21 mil toneladas em 2014.

Já a produção de cobre da mineradora atingiu no ano passado 379,7 mil toneladas, expansão de 2,6% em relação ao visto um ano antes.

No último trimestre do ano passado, o volume foi de 105,4 mil toneladas, alta de 11,4% em relação a igual período de 2013 e leve aumento de 0,6% em relação ao terceiro trimestre.

Em cobre a Vale afirma que também bateu recorde de produção anual.

Potássio

A produção de potássio em 2014 foi de 492 mil toneladas, estável em relação ao observado um ano antes.

Com esse desempenho, a Vale ficou 8,9% abaixo da meta estabelecida para o ano. Segundo a companhia, isso ocorreu devido à exaustão da mina.

Considerando o volume de produção dos últimos três meses do ano se anotou 147 mil toneladas, alta de 16,4% na relação anual, lembrando que nesse trimestre houve parada de manutenção.

Já a produção anual de rocha fosfática ficou em 8,421 milhões de toneladas, alta de 1,7% em relação ao observado um ano antes. A produção ficou 200 mil toneladas abaixo da meta estabelecida para o ano.

No quarto trimestre, por sua vez, a produção foi de 2,209 milhões de toneladas, queda de 3,4% na relação anual. Ante o período imediatamente anterior houve um aumento de 2,4%.

Carvão

A produção de carvão atingiu 8,645 milhões de toneladas no ano passado, queda de 1,4% em relação ao observado em 2013.

Esse desempenho ficou em 2,1 milhões de toneladas abaixo da meta para o ano, o que ocorreu, segundo a Vale, por causa do pior desempenho de Carborough Downs (CD) e à interrupção das operações de Integra Coal no segundo semestre de 2014, devido aos preços do carvão.

No quarto trimestre a produção foi de 2,31 milhões de toneladas, alta de 2,3% na relação anual.

De acordo com o relatório de produção, esse aumento é devido à melhor performance de Moatize, que registrou uma produção de 1,4 milhão de toneladas, recorde trimestral.