Vale não está elegível a receber “earn-out”, diz Thyssenkrupp

A Ternium informou na véspera que assinou acordo para comprar 100% de participação da alemã Thyssenkrupp na CSA

São Paulo/Essen – A Vale não está elegível a receber um pagamento “earn-out”, com a venda da brasileira Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) para a Ternium, porque o preço de venda da empresa ficou abaixo de um patamar estipulado previamente para o pagamento, disse a alemã Thyssenkrupp à Reuters em nota nesta quarta-feira.

“Pelo acordo seria realizado o pagamento à Vale apenas se, em uma futura venda da CSA, fosse alcançado um determinado valor, o que não ocorreu”, afirmou.

A siderúrgica Ternium informou na véspera que assinou acordo para comprar 100 por cento de participação da alemã Thyssenkrupp na CSA, numa operação avaliada em 1,5 bilhão de euros.

A Vale tinha uma participação na CSA, vendida para a Thyssenkrupp.

Veja também