Universal compra EMI, proprietária das canções dos Beatles

A operação teve custo de 1,4 bilhão de euros

Paris – A Vivendi e sua filial Universal Music Group, a maior gravadora do mundo, anunciaram nesta sexta-feira a compra por 1,4 bilhão de euros da EMI, proprietária dos direitos das canções dos Beatles, até agora sob controle do banco americano Citigroup.

“Esta aquisição permitirá a Vivendi reforçar sua posição nos conteúdos de maneira significativa”, afirma o grupo francês em um comunicado conjunto com a filial Universal.

Em outro comunicado, o Citigroup confirmou a venda e celebrou o “grande êxito” da operação.

Com a compra da EMI Recorded Music, a Universal Music Group “se reforça nos Estados Unidos, Japão e Alemanha”, os três principais mercados mundiais da música, uma operação que “aumenta sua cota de mercado” e reforça a presença “no conjunto de plataformas digitaus”, destacou a Vivendi.

“Os artistas, assim como a indústria cultural, se beneficiarão da criação deste novo grupo, que reúne uma grande diversidade de selos nacionais e internacionais, com grupos como Beatles ou Beach Boys”, afirma o grupo.

A Universal é a maior gravadora do mundo, à frente da Sony e da Warner.