United embarca cachorro e dono em voos separados

Ainda vai demorar um bom tempo para que a aérea recupere sua imagem

São Paulo – A United Airlines parece não ter descanso. Nos últimos meses, ela cometeu um erro em seguida do outro, desde embarcar uma passageira em voo incorreto a expulsar à força um passageiro de um voo com overbooking.

A companhia aérea demonstrou negligência com instrumentos frágeis e até com animais de estimação, como um coelho recordista que morreu no porão de uma aeronave.

Agora, uma nova polêmica volta a assombrar a empresa, já com a imagem bastante manchada: ela colocou um cachorro e seu dono em voos separados.

O rapper Quincy Matthew Hanley, de nome artístico ScHoolboy Q, fez uma conexão em Denver, em sua viagem de Missouri para Burbank, Califórnia. Quando ele embarcou para a segunda parte da viagem, o cão, chamado de Yeeerndamean, não estava no mesmo voo.

Ele só descobriu isso no destino, quando foi deixado com outro cachorro. O seu animal de estimação havia sido colocado em um voo para Chicago.

“Meu cachorrinho está sendo transportado desde manhã, provavelmente fez xixi e número dois na sua gaiola”, disse ele à CNN. Ele tem 2 milhões de seguidores no Twitter e suas músicas figuraram na lista Hot 100 da Billboard.

No sábado de manhã, a United informou ao site Mashable que “o cão do cliente já foi devolvido ao seu dono. Nós pedimos desculpas sinceras pelo erro e estamos providenciando um estorno”.

Ainda vai demorar um bom tempo para que a aérea recupere sua imagem – e novos erros não irão ajudar nisso.

 

 

//platform.twitter.com/widgets.js