Tyson Foods tem lucro de US$ 159 mi no 2º trimestre

Processadora de carnes teve a mesma lucratividade do exercício anterior

Nova York – A norte-americana Tyson Foods teve lucro líquido de US$ 159 milhões (US$ 0,42 por ação) no segundo trimestre de seu ano fiscal, encerrado em 2 de abril. O valor é igual ao obtido no mesmo período do exercício anterior. De acordo com a companhia, uma das maiores processadoras de carnes do mundo, a elevação de preços compensou o aumento do custo de matérias-primas, especialmente de grãos.

A receita saltou 16%, para US$ 8 bilhões no segundo trimestre. A margem bruta cedeu para 6,7%, de 8,2% no mesmo intervalo. Analistas previam lucro de US$ 0,43 por ação sobre receita de US$ 7,54 bilhões. A companhia elevou sua previsão de receita para o ano de US$ 31 bilhões para US$ 34 bilhões por causa da elevação dos preços de seus produtos. Os investimentos deverão somar US$ 700 milhões no ano fiscal.

No primeiro semestre fiscal, a Tyson teve lucro líquido de US$ 457 milhões (US$ 1,20 por ação), ante US$ 319 milhões (US$ 0,84) no mesmo período anterior. A receita foi de US$ 15,615 bilhões, de US$ 13,551 bilhões.

Donnie Smith, presidente e executivo-chefe da companhia, considerou os resultados do segundo trimestre “sólidos”. “Todos os segmentos, com exceção do de frango, estiveram dentro ou acima de suas margens. O segmento frango ficou bem abaixo do normal, mas ainda assim foi rentável. E acreditamos que continuará assim nos terceiro e quarto trimestres”, afirmou.

No segmento bovinos, o maior da companhia, a receita subiu 19%, para US$ 3,33 bilhões, apesar de o volume de vendas ter caído 0,6%. O preço médio dos produtos aumentou 20%. O lucro caiu 25%, para US$ 94 milhões. A margem operacional cedeu de 4,5% no segundo trimestre do ano passado para 2,8% no segundo trimestre deste ano.

No segmento frango, a receita subiu 10%, para US$ 2,739 bilhões; volume de vendas e preços médios aumentaram 6% e 3,7%, respectivamente. O lucro recuou 68%, para US$ 37 milhões. Na carne suína, a receita subiu 26%, para US$ 1,384 bilhão, e o lucro mais que dobrou para US$ 146 milhões.

As ações da Tyson Foods subiram 9,7% neste ano até o fechamento de sexta-feira. Segundo analistas do JPMorgan, a Tyson mostrou um balanço sem números dramáticos, ainda mais levando em conta a forte volatilidade dos mercados de grãos e carnes nos últimos meses. O lucro por ação veio ligeiramente abaixo da previsão dos analistas, mas as estimativas de lucro para o ano ficaram inalteradas. O JPMorgan considera improvável que os analistas em geral alterem suas próprias previsões para a companhia. As informações são da Dow Jones.