Triunfo mantém interesse em leilão do Galeão e Confins

Segundo diretora, companhia analisa a entrada num consórcio para disputar os ativos

São Paulo – A Triunfo Participações e Investimentos (TPI) mantém o interesse em participar do leilão dos aeroportos do Galeão (RJ) e de Confins (MG) e analisa a entrada num consórcio para disputar os ativos, afirmou ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, a diretora jurídica da companhia, Paula Villar, após participar de evento em São Paulo.

Paula não revelou, porém, se a companhia já teria acertado uma aliança com empresas parceiras.

A Triunfo detém 45% na Aeroportos Brasil, concessionária que opera o aeroporto de Viracopos, em parceria com a UTC Participações (45%) e Egis Airport Operation (10%).

Inicialmente, o governo federal planejava vetar a participação de empresas acionistas das concessionárias aeroportuárias na disputa dos aeroportos carioca e mineiro. Diante da pressão dos investidores interessados, o governo cedeu e passou a permitir a participação de até 15% no bloco privado das futuras concessões.

A permissão com restrições não agradou totalmente aos investidores privados. Além da Triunfo, a restrição afeta a Invepar, que participa da concessionária que opera o aeroporto de Guarulhos, e o Grupo Engevix, que atua no aeroporto de Brasília por meio da Infravix Empreendimentos.

A previsão da administração federal é publicar o edital para os leilões de Galeão e Confins em setembro, com o leilão previsto para acontecer até o final de outubro.