Tripulantes da Lufthansa farão greve na terça-feira

A empresa aérea disse que não pode tomar medidas antecipadas para atenuar os efeitos da mobilização

Frankfurt – Os tripulantes de cabine da Lufthansa estão prontos para realizar mais uma greve na terça-feira, mas a empresa aérea disse que não pode tomar medidas antecipadas para atenuar os efeitos da medida porque o sindicato da categoria divulga detalhes sobre a localização e a duração das manifestações apenas seis horas antes da paralisação.

“É quase impossível nos prepararmos para este greve”, declarou a porta-voz Claudia Lange nesta segunda-feira, acrescentando que contratar trabalhadores temporários não é uma opção pois os tripulantes precisam passar por treinamento específico para cada tipo de aeronave.

O sindicato UFO, que representa os tripulantes de cabine, convocou uma nova greve na sexta-feira, após paralisação das negociações sobre salários e o uso de funcionários temporários. A paralisação de oito horas, ocorrida na sexta-feira (31), deixou milhares de passageiros parados no Aeroporto de Frankfurt e cerca de 190 voos foram cancelados. O sindicato informou que seus membros estão muito dispostos a participar das paralisações e que suas reservas financeiras são suficientes para financiar a ação.

A Lufthansa vai concentrar seus esforços em manter seus voos de longa distância durante a greve de terça-feira, já que esses são os mais lucrativos, o que significa que os voos de curta distância serão os primeiros a ser afetados. As informações são da Dow Jones.