Tribunal ordena suspensão do Uber em Buenos Aires

O tribunal local ordenou que o prefeito "arbitre as medidas necessárias para suspender qualquer atividade da companhia"

Buenos Aires – Uma tribunal da Argentina ordenou a suspensão do serviço prestado pelo Uber em Buenos Aires após apelo feito por sindicatos que representam os motoristas de táxi na capital portenha. A ordem acontece um dia após o aplicativo ser lançado na cidade.

O tribunal local ordenou que o prefeito “arbitre as medidas necessárias para suspender qualquer atividade da companhia”.

Em pronunciamento, o prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, relatou que o Uber não estava autorizado a operar sem antes cumprir alguns requisitos para o transporte de passageiros.

Na terça-feira, quando foi lançado oficialmente, o Uber anunciou que 20 mil motoristas já estavam prontos a realizar o serviço do aplicativo na cidade. Fonte: Associated Press.