ThyssenKrupp reduz diretoria em negócio europeu

Empresa está tentando economizar 2 bilhões de euros, sendo que 25% desse total deve vir do negócio Steel Europe

Frankfurt – A alemã ThyssenKrupp disse que estava reduzindo sua diretoria no negócio de siderurgia europeu de cinco para quatro membros, como parte do atual programa de corte de custos.

A deficitária ThyssenKrupp está tentando economizar 2 bilhões de euros (2,64 bilhões de dólares), sendo que 25 por cento desse total deve vir do negócio Steel Europe.

O diretor de vendas da Steel Europe, Thilo Lutz, deixa a empresa por decisão mútua em 30 de setembro.

Além disso, algumas funções serão combinadas, disse a ThyssenKrupp em comunicado nesta quinta-feira.