Termina hoje prazo para reserva de CRA da Raizen

Serão oferecidas duas séries de CRA que somarão R$ 750 mi. Uma será corrigida pelo CDI, e a segunda pelo IPCA mais juros

Termina hoje o prazo para os investidores qualificados (com mais de R$ 1 milhão para investir) reservarem os certificados de recebíveis do agronegócio (CRA) da Raizen, empresa de combustíveis que é uma parceria entre a Shell e a Cosan.

A empresa é a segunda maior distribuidora de combustíveis do país e uma das maiores produtoras e exportadoras de açúcar e álcool etanol, com uma receita líquida de R$ 59 bilhões por ano.

Serão oferecidas duas séries de CRA que somarão R$ 750 milhões.

Uma, de seis anos, será corrigida pelo CDI, com remuneração semestral e teto de ganho de 99% do CDI.

A segunda série, de 7 anos, será corrigida pelo IPCA mais juros, com pagamento anual da remuneração.

O teto da emissão em IPCA será o papel do Tesouro, a NTN-B, com vencimento em 2024, menos 0,10%.

A reserva terminaria em 5 de abril, mas foi prorrogara por mais uma semana.

Para o consultor Fernando Meibak, da Sunrise Investimentos, a melhor opção são os papéis indexados ao IPCA, já que os juros do CDI vão baixar bastante no Brasil. Segundo ele, uma sugestão seria entrar na série de sete anos, com um desconto de 0,20% sobre o ganho da NTN-B. Já na série do CDI, a sugestão é algo perto de 98%.

Como os papéis são isentos de imposto, esses rendimentos equivalem a ganhos muito maiores em aplicações de renda fixa tradicionais, como o próprio Tesouro Direto  ou CDBs de bancos.

A NTN-B 2024 paga hoje juros de 5,18%, o que, com um IPCA de 4,5% resultaria em um ganho de 10,43% brutos ou 8,87% líquidos. Já considerando o papel da Raizen, mesmo com um desconto de 0,50 pontos sobre o juro bruto, o ganho líquido seria de 9,40%.

Mas os CRA são papéis de crédito, ou seja, eles dependem de quem os emite, no caso, a Raizen.

O título tem ainda a garantia dos recebíveis, ou seja, de valores a receber de outras empresas que são atrelados ao CRA, mas, se eles não forem pagos, quem vai honrar o pagamento final será a Raizen, por isso a importância de avaliar bem o crédito da empresa antes de comprar.

Não há garantia do fundo garantidor como os CDB nem do Tesouro, como no Tesouro Direto.

Outro problema é que os CRA não têm liquidez imediata, ou seja, para antecipar os valores aplicados, é preciso vender o papel para outros investidor no mercado secundário, o que nem sempre é fácil.

Este conteúdo foi publicado originalmente no site da Arena do Pavini.