Telecom Itália vai propor 8 nomes para conselho

Caso o conselho da Telecom Italia seja dissolvido, empresa irá propor nova composição formada por 15 membros, dos quais oito nomes serão indicados por ela

Milão – Caso o conselho de administração da Telecom Italia seja dissolvido após a assembleia dos sócios que acontece amanhã (20), a Telco irá propor uma nova composição formada por 15 membros, dos quais oito nomes serão indicados por ela.

Faz parte dessa lista o atual administrador da Telecom, Marco Patuano, o ex-presidente da Bolsa de Valores de Milão (Borsa Italiana) Angelo Tantazzi e o ex-ministro da Educação Francesco Profumo.

Segundo uma nota divulgada pela Telco, os representantes da Telefónica no seu conselho se abstiveram de opinar sobre as sugestões e não propuseram nenhuma indicação.

Tal posição pode ser uma forma de o grupo espanhol mostrar ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) que vai manter separadas as operações da Vivo, da qual é dona, e da TIM Brasil, controlada pela Telecom Italia.

Há poucos dias a Telefónica retirou seus dois membros do conselho da empresa italiana. Ontem (18) foi divulgado que o órgão antitruste brasileiro teria dado 18 meses para os espanhóis reduzirem seu controle sobre o mercado de telefonia móvel nacional. No entanto, procurada pela ANSA, a assessoria de imprensa da autarquia não confirmou a informação e destacou que “o prazo é confidencial”.

No início de dezembro, o Cade decidiu que a Telefónica teria que reduzir sua fatia na TIM ou buscar um novo sócio para a Vivo, além de multar a empresa em R$ 15 milhões por aumentar sua participação na Telco, dona de 22,4% da Telecom Italia.