Telecom Italia confirma que executivo-chefe deixará cargo

A operadora de telecomunicações italiana confirmou que está em negociações avançadas sobre os termos da saída de Patuano

Milão – A Telecom Italia anunciou hoje que seu executivo-chefe, Marco Patuano, irá deixar o cargo, após entrar em conflito com diretores sobre a estratégia da empresa, na qual o grupo francês Vivendi assumiu uma participação majoritária de quase 25% no ano passado.

A operadora de telecomunicações italiana confirmou que está em negociações avançadas sobre os termos da saída de Patuano, após circularem notícias sobre sua renúncia iminente no fim de semana.

As divergências de Patuano com a diretoria surgiram depois da nomeação de quatro diretores da Vivendi ao conselho da Telecom Italia, em dezembro, de acordo com uma fonte com conhecimento do assunto. Um dos motivos do conflito é a determinação dos novos diretores de cortar custos de forma mais agressiva.

O presidente da Telecom Italia, Giuseppe Recchi, irá assumir a função de executivo-chefe interinamente, segundo afirmou a mesma fonte no sábado. A expectativa é que a renúncia formal de Patuano seja anunciada nesta semana.

A Vivendi também esperava que a Telecom Italia se pronunciasse sobre o futuro de suas operações no Brasil, disseram fontes anteriormente.