Tecnisa alcança 18% da meta de lançamentos de 2011 no 1º tri

Empresa registrou crescimento de 52% no seu lucro líquido do período na comparação com o primeiro trimestre de 2010

São Paulo – Os lançamentos da Tecnisa no primeiro trimestre correspondem a 18% do guidance (meta) da empresa para 2011. Os lançamentos são 130% superiores em relação ao mesmo período do ano anterior e 62% inferiores ao último trimestre de 2010.

No primeiro trimestre de 2011, a empresa lançou cinco novos empreendimentos, além de cinco novas fases de empreendimentos previamente lançados, sendo três da linha Flex e dois da linha Premium. A velocidade de vendas sobre o estoque (VSO) foi de 26,6% no trimestre. No mesmo de 2010 ela havia sido de 12,7%.

A Tecnisa somou 623,7milhões de reais de vendas contratadas, sendo 546,6 milhões de reais relativos à sua parte.O valor é 250% superior ao volume vendido no primeiro trimestre de 2010 e 27% inferior ao volume vendido no último período de 2010.

Lucro

A empresa encerrou o primeiro trimestre de 2011 com um lucro líquido de 60,8 milhões de reais. O valor supera é 52% superior aos 40 milhões de reais do primeiro trimestre de 2010 mas fica abaixo dos 66,3 milhões de reais no último trimestre do ano passado .

O ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) no trimestre totalizou 75,2 milhões de reais, com margem de 18,1%. Os valores do primeiro trimestre de 2010 e do último do mesmo ano foram de 45,1 milhões de reais e 95,4 milhões de reais, com margens de 22,7% e 17,0%, respectivamente.

A receita líquida somou 416,9 milhões de reais, valor 110% superior ao primeiro trimestre de 2010 e 26% inferior ao último período do ano passado.

A empresa registrou redução no nível de endividamento corporativo sobre o patrimônio líquido. O índice passou de 43% no trimestre anterior para 8% neste trimestre, com uma posição de caixa de 582 milhões de reais.

As despesas comerciais sobre vendas contratadas no primeiro trimestre de 2011 apresentaram queda em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando 4%. Da mesma forma, as despesas administrativas sobre vendas contratadas apresentaram expressiva redução para 4,9%.

A empresa encerrou o trimestre com estoque de 1,09 bilhão de reais. O valor indica uma elevação de 45,5% em relação ao primeiro trimestre de 2010 e de 3,6% em relação ao último trimestre do mesmo ano.