Tarpon vai vender ações da BrasilAgro por R$ 131 mi

Fundo argentino passará a fazer parte do grupo controlador da imobiliária agrícola

São Paulo – A Tarpon, gestora de recursos brasileira, fechou um contrato de venda de toda sua participação acionária na BrasilAgro, empresa focada no mercado imobiliário agrário, para a argentina Cresud. O montante a ser recebido pela gestora nacional na transação é de 131,4 milhões de reais.

Para a negociação ser realizada, a BrasilAgro vai abrir um programa de operação com American Depositary Receipts (ADRs), ações negociadas nas Bolsas norte-americanas, de nível 1. No prazo de até dez dias após o programa ter se iniciado, a propriedade da Tarpon sobre os papéis da companhia brasileira passará à Cresud.

Os membros do Conselho de Administração que haviam sido indicados pela gestora renunciarão a seus cargos. Além da Tarpon, mais dois grandes acionistas controlam a BrasilAgro – Elie Horn, presidente do grupo imobiliário Cyrela, e o fundo Cape Town – e já manifestaram interesse em continuarem integrando o grupo junto com a Cresud.

Na quarta-feira (28/4), as ações da Tarpon (TRPN3) fecharam o pregão com uma queda de 1,61%, com um valor de 8,52 reais. Já os papéis da BrasilAgro (AGRO3) mantiveram-se negociadas a 9,10 reais.