TAM relata operação normal

Empresa afirma que os voos voltaram aos níveis habituais – 6,8% dos voos domésticos tiveram atraso

São Paulo – A TAM informou hoje (30/11) que opera normalmente. A empresa “está preparada para atender à demanda da alta temporada”, segundo informou em comunicado à imprensa.

A partir de amanhã, e até o dia 31 de janeiro a TAM vai colocar em prática um plano de contingência. Entre as ações previstas estão aeronaves extras, reforço nas equipes de tripulação e de atendimento nos aeroportos e distribuição de material informativo para os passageiros.

Até as 16 horas dessa terça-feira (30/11) a empresa contabilizava 548 voos domésticos, dos quais 37 (6,8%) estavam atrasados – sendo 5 atrasados no momento – e 23 (4,2%) foram cancelados. Dos voos internacionais, 2 estavam atrasados (8,3%) e nenhum foi cancelado, segundo a Infraero.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) suspendeu ontem a venda de bilhetes da companhia aérea TAM para todas as rotas domésticas com decolagem prevista até a próxima sexta-feira, dia 3 de dezembro. A ANAC identificou que a TAM estava apresentando atrasos e cancelamentos acima da média do setor. Caso a situação não fosse normalizada até quarta-feira outras medidas seriam tomadas.

A TAM alega que os atrasos e cancelamentos foram decorrência de remanejamentos na malha aérea da companhia. As chuvas entre a noite de quinta-feira e a madrugada de sexta-feira interromperam as operações nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Viracopos (Campinas), Santos Dumont e Galeão (Rio de Janeiro). Com isso, parte da tripulação da TAM foi deslocada para outros aeroportos, o que teve impacto na escala de trabalho para o último fim de semana e a segunda-feira, segundo a empresa. A TAM tem 8.350 tripulantes, entre comandantes, copilotos e comissários.